Nesta última quarta-feira (27), o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse que o novo governo não teria começado e que o presidente, Jair Bolsonaro (PSL-RJ), estaria "brincando de presidir o país". Maia deu essas declarações depois de ser perguntado sobre declaração de Bolsonaro de que ele “estaria abalado por questões pessoais”. O parlamentar ainda disse que Bolsonaro deveria parar com esse tipo de brincadeira.

Bolsonaro x Maia

Segundo informações do portal G1, essas declarações de Maia foram feitas depois que questionaram sobre o que Bolsonaro disse em uma entrevista que deu na TV Bandeirantes.

Publicidade
Publicidade

Bolsonaro havia afirmado que Rodrigo "Maia estaria abalado por questões pessoais”. O presidente não chegou a dizer quais seriam essas questões que estão abalando Maia, porém, afirmou que alguns problemas têm passado pelo lado emocional do parlamentar.

Na segunda-feira (25), o ex-ministro Moreira Franco teve sua soltura aprovada depois de quatro dias preso. O ex-ministro é padastro da mulher do presidente da Câmara dos Deputados.

A ser questionado sobre o que Bolsonaro disse na entrevista, Maia afirmou que abalados estão os brasileiro que ainda esperam desde o primeiro de janeiro o trabalho do governo que deveria já funcionar.

Os desempregados chegam a 12 milhões e cerca de 15 milhões de brasileiros que vivem na linha abaixo de pobreza. Ele ainda disse que a capacidade de investir no Brasil tem diminuído, que existem 60 mil homicídios e que Bolsonaro estaria "brincando de presidir o país".

O presidente Bolsonaro, em São Paulo, disse que não acredita que Maia tenha dito isso e que lamentaria muito caso ele tenha realmente dito essas palavras. Segundo o presidente, isso não seria a fala de uma pessoa que comanda uma Casa.

Publicidade

Bolsonaro disse ainda que se alguém desejar que ele faça como os outros presidentes faziam, ele não irá fazer.

Segundo Bolsonaro, a maneira de governar que ele utiliza é respeitar todos e acima de tudo, além de ter um respeito aos seus colegas politicos e ter respeito aos brasileiro que o colocaram na presidência. Esse assunto ainda teve mais um desdobramento. Ao comentar as declarações do presidente, nesta última quarta-feira, Maia também defendeu uma necessidade de ter um foco em temas fundamentais como a aprovação da reforma da Previdência.

Nesses últimos dias, a relação entre Rodrigo Maia e Jair Bolsonaro vem se deteriorando, porque os dois passaram a ter divergência publicamente sobre a quem caberia a articulação para aprovação das reformas.

Leia tudo