Mesmo após criticar as manifestações pró-Bolsonaro ocorridas neste domingo (26), a jurista e deputada Janaina Paschoal teceu elogios à atitude dos manifestantes que foram às ruas de várias cidades e estados do país para pedir que as medidas propostas pelo Governo Bolsonaro sejam adotadas.

Em sua conta do Twitter, mesmo não comparecendo aos atos deste domingo, Janaina parabenizou a maturidade dos manifestantes em cobrar a aprovação da reforma da Previdência de Paulo Guedes e o pacote anticrime instituído pelo ministro Sergio Moro.

Publicidade
Publicidade

Segundo a jurista, o fato dos manifestantes cobrarem estas questões mostra que a população é madura, pois, ela não concordava com algumas pautas autoritárias de alguns grupos de manifestantes que queriam exigir o fechamento do Supremo Tribunal Federal (STF) e do Congresso. “Acompanhando aqui as manifestações, as pessoas estão de parabéns, até agora, todas as pautas são democráticas. Ao pedir a reforma da Previdência de Guedes e o Pacote de Moro, nosso povo mostra maturidade”, afirmou a jurista.

Publicidade

Janaina ainda disse em uma de suas publicações no Twitter que há apenas poucos casos isolados de manifestantes radicais e elogiou a imprensa por deixar isso claro.

Em uma sequência de publicações no Twitter, Janaina frisou a importância da cobrança da aprovação da reforma da Previdência que, segundo ela, é fundamental para o país. Para ela, a reforma é uma das medidas mais efetivas que pode ser realizada no atual governo e que tem como objetivo proteger os mais vulneráveis.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Lava Jato Jair Bolsonaro

Manifestações ocorrem em diferentes cidades do país

Aproximadamente 133 cidades em 24 estados e no Distrito Federal registram manifestações a favor do presidente Jair Messias Bolsonaro neste domingo.

Dentre os estados estão Rio de Janeiro, São Paulo, Bahia, Minas Gerais, Pará, Maranhão, Pernambuco, Alagoas, Mato Grosso, Paraná, Acre, Santa Catarina, Ceará, Espírito Santo, Goiás, Rio Grande do Sul, Sergipe, Tocantins, Paraíba, Roraima, Piauí e Distrito Federal.

Com atos pacíficos, os manifestantes cobravam a aprovação das medidas do governo e pequenos grupos mais radicais pediam fechamento do STF e do Congresso, que é algo que fere a Constituição e a democracia.

Publicidade

Os manifestantes saíram às ruas em carreatas e passeatas, munidos de cartazes e faixas com frases apoiando o governo e as medidas.

A iniciativa da convocação das manifestações pró-Bolsonaro ganharam força logo após a ocorrência de protestos que marcaram o último dia 15. Esses protestos tinham como foco reivindicar e criticar os cortes da educação anunciados pelo ministro da educação.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo