O presidente da República, Jair Bolsonaro (PSL), passará por uma nova intervenção cirúrgica. Em razão da facada sofrida em 6 de setembro de 2018, ainda durante a campanha, o presidente terá que realizar uma cirurgia para corrigir uma complicação que acabou afetando a recuperação.

Assim, o presidente fez questão de fazer um comunicado e destacou alguns pontos, bem como os motivos que o levarão novamente à mesa cirúrgica. Segundo agenda do presidente, o procedimento está marcado para o próximo domingo (8).

Nova intervenção cirúrgica

Jair Bolsonaro passará pela quarta cirurgia desde a facada sofrida em Juiz de Fora, Minas Gerais, por Adélio Bispo. Internado à época, Bolsonaro ainda veria a sala de cirurgia por mais duas oportunidades. Agora, já em 2019, e quase um ano após o atentado sofrido, o presidente reencontrará a maca pela quarta vez.

A operação visa corrigir uma complicação causada por uma hérnia (saliência de tecido) na incisão do ferimento.

A operação será realizada no dia 8 de setembro, a cargo do médico Antonio Luiz Macedo, no Hospital Vila Nova Star, na capital São Paulo. O presidente deve ficar afastado das atividades por 10 dias.

Macedo atendeu Bolsonaro após o atentado há quase um ano e fez questão de emitir uma nota oficial à imprensa contando maiores detalhes sobre o procedimento.

Macedo elogia saúde de Bolsonaro

O hospital, via nota, informou que Macedo teceu elogios à saúde de Bolsonaro.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Jair Bolsonaro

Ainda segundo o texto emitido, o profissional informou que a hérnia incisional está na região da parede abdominal, próximo à cicatriz aberta pela facada, ao lado direito, onde três procedimentos foram feitos. "Abrimos três vezes no mesmo lugar. Enfraqueceu", justificou o médico.

Segundo a equipe médica que acompanha Macedo, o pós-operatório terá duração de 7 a 10 dias. Nas suas redes sociais oficiais, Bolsonaro fez questão de informar que ficaria afastado por um prazo de aproximadamente 10 dias.

Emocionado, presidente comenta cirurgia

Após participar de um culto da Igreja Universal do Reino de Deus, sob liderança de Edir Macedo, Bolsonaro se encontrou com jornalistas na saída do Templo de Salomão, em São Paulo.

Questionado sobre a nova intervenção cirúrgica para corrigir a complicação causada pela hérnia incisional, o presidente se emocionou ao comentar.

"Eu devo ser submetido a uma cirurgia brevemente... Mas faz parte da vida da gente. Até foi uma passagem na minha vida. Agradeço a Deus por ela, e pela missão que tenho no momento", disse Bolsonaro na saída do culto.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo