Nesta sexta-feira (6), o presidente da República, Jair Bolsonaro, acabou ficando visivelmente emocionado ao ser lembrado durante um discurso do ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, sobre o atentado à faca que foi alvo no ano passado, durante campanha eleitoral na cidade de Juiz de Fora, em Minas Gerais. As palavras do ministro aconteceram num evento no Palácio do Planalto e tocaram o presidente, que acabou chorando.

Segundo Lorenzoni, aquele momento foi "muito duro e muito difícil". As informações são do jornal O Globo.

"Daqui a mais ou menos 10 ou 12 minutos, há um ano, nós vivemos um momento muito duro e muito difícil para todos nós. Então, antes de qualquer coisa, eu quero agradecer a Deus, porque naquele dia, de 6 de setembro do ano passado, ele protegeu a vida do então candidato Jair Messias Bolsonaro, para trazê-lo com a sua benção e com a sua luz, para promover coisas como nós estamos fazendo hoje.

Obrigado, meu Deus", disse Lorenzoni.

O evento era de lançamento da carteira estudantil digital. Onyx Lorenzoni começou agradecendo a Deus. Bolsonaro permaneceu calado e sob aplausos estava muito emocionado. Ele fez vários gestos de agradecimento aos presentes e mostrou carinho pelas declarações do ministro.

Durante o dia, Bolsonaro também foi surpreendido por vários de seus apoiadores. Ao sair do Palácio da Alvorada, ele disse que aquele dia era também o seu aniversário, pois sobreviveu a uma facada que poderia ter lhe tirado a vida.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Jair Bolsonaro Governo

Os apoiadores começaram a cantar "Parabéns para você".

De acordo com o presidente, aquele dia era especial para ele. O ex-capitão agradeceu a Santa Casa de Juiz de Fora, que o acolheu para dar os primeiros socorros, e agradeceu a Deus por estar vivo e dirigindo essa nação.

Mais cerimônias

O ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, também lembrou da facada sofrida pelo presidente durante um outro evento no Palácio do Planalto, também nesta sexta-feira (6).

O evento era sobre assinaturas de contrato de concessão de aeroportos. Ele ressaltou que é muito bom estar assinando esses documentos no dia em que o presidente está comemorando o seu segundo aniversário.

Após a fala do ministro, Bolsonaro também enalteceu esse dia e ressaltou que nasceu de novo. Ele apontou que todo o ocorrido teve as mãos de Deus e foi ele quem determinou que Bolsonaro chegasse à presidência.

Orações

Após os eventos, o pastor José Carlos Ayres Ângelo fez uma oração ao presidente, embora ele já tivesse saído do local. Vários aliados de Bolsonaro participaram da oração, como os deputados federais Carla Zambelli (PSL-SP) e Hélio Bolsonaro (PSL-RJ).

O pastor orou dizendo que a vida do presidente foi salva pelo poder divino: "O Senhor o livrou da morte".

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo