Neste domingo (5), uma base militar dos Estados Unidos situada no aeródromo de Manda Bay, no Quênia, foi atacada pelo grupo terrorista Al-Shabab, filiado a Al-Qaeda, provocando a morte de um soldado e dois civis que estavam a serviço do Departamento de Defesa dos Estados Unidos.

O Comando dos Estados Unidos para a África (AFRICOM) confirmou o ataque, as mortes e o estado de saúde de dois americanos que ficaram feridos. No atentado à base, quatro terroristas morreram, conforme informações da agência Reuters.

Segundo as informações fornecidas pelo G1, o caso não tem ligação com o ataque dos EUA ao aeroporto de Bagdá que matou o major-general Qassem Soleimani, haja vista que se trata de organizações diferentes e que não se interligam. O porta-voz do grupo Al-Shabab, ligado a Al-Qaeda, também negou que tenha qualquer tipo de relação entre os ataques.

De acordo com o major-general do exército dos EUA, William Gayler, o Al-Shabab é um grupo terrorista extremamente agressivo. O ataque começou na madrugada e durou cerca de 4 horas.

No local havia ao menos 150 funcionários americanos. Além dos mortos e feridos, a base americana no Quênia sofreu danos na infraestrutura e nos equipamentos, bem como nos carros, aeronaves e nos tanques de combustíveis.

Ainda segundo Gayler, a presença dos EUA na África é de suma importância para combater ataques terroristas do grupo jihadista somali Al-Shabab, afiliado a Al-Qaeda, e há tempos procura estabelecer território islâmico autogovernado no leste da África.

Divulgação de dados falsos

De acordo com a organização terrorista foram mortos 17 norte-americanos e 9 quenianos. Contudo, as Forças Armadas americanas negaram a informação e o acusaram de divulgar dados falsos do ocorrido.

A Força de Defesa do Quênia fez um comunicado informando que por volta das 5h30 aconteceu uma tentativa de violação da segurança da base aérea, Manda Air Strip, porém a mesma foi repelida com sucesso.

Contudo, alguns tanques de combustíveis foram afetados provocando um incêndio. Durante a vistoria foram encontrados os quatro corpos dos terroristas.

Localização da base americana

A base dos Estados Unidos fica localizada na fronteira com a Somália, no condado de Lamu, onde também ficam as tropas americanas. Em declaração, a Al-Shabab reivindicou a responsabilidade afirmando que o espaço é comumente utilizado como base de lançamento da cruzada americana contra o Islã no entorno da região.

Os ataques do grupo terroristas ligado à Al-Qaeda são registras constantemente. Na última quinta-feira (2), um ônibus no Quênia foi atacado causando a morte de três quenianos e deixando outros três feridos.

Siga a página Polícia
Seguir
Siga a página Governo
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!