Após alguns dias de ter recebido convite para assumir a Secretaria de Cultura do governo Bolsonaro, a atriz Regina Duarte revelou nesta quarta-feira, 29 de janeiro, após mais uma reunião em Brasília com o presidente Jair Bolsonaro, que disse sim ao convite e irá assumir o cargo político. A atriz revelou que agora eles estão na fase dos proclames, visto que enquanto estava pensando se aceitava o cargo, a atriz disse que estava em um 'noivado', avaliando se iria aceitar o pedido para um casamento com a função política.

A atriz Regina Duarte, que era funcionária da Rede Globo de Televisão há muitos anos, foi convidada pelo próprio presidente do Brasil a assumir a Secretaria de Cultura, após Roberto Alvim ser exonerado do cargo por ter usado em um discurso termos nazistas. Assim que recebeu o convite para assumir o cargo no governo e mostrou interesse revelando que iria pensar, a Rede Globo emitiu um comunicado informando que se a atriz resolvesse assumir o cargo político, teria que se desligar da emissora, por ser essa uma das condutas de ética da empresa.

Na noite desta quarta-feira (29), durante o Jornal Nacional, foi apresentada uma matéria mostrando que a atriz Regina Duarte tinha dito 'sim' e aceitado assumir a Secretaria Nacional de Cultura e coube ao jornalista William Bonner anunciar a demissão da artista da Rede Globo de Televisão. Após a matéria em que Regina aceitava fazer parte do governo Bolsonaro, William Bonner leu um comunicado da emissora.

Na nota emitida pela emissora e lida pelo editor-chefe do Jornal Nacional, Bonner disse que a Globo e a atriz Regina Duarte estão negociando o fim da relação contratual entre as partes, visto a decisão da atriz de aceitar o convite do presidente Jair Bolsonaro para ocupar a Secretaria Especial da Cultura.

William Bonner anunciou posição da Globo

No dia 20 de janeiro, após a primeira reunião de Regina Duarte com Jair Bolsonaro em Brasília, onde a artista foi conhecer um pouco mais sobre o cargo a que estava sendo convidada a assumir, e a mesma dizer que estava em um 'namoro' com o convite, William Bonner também foi quem ficou responsável por anunciar a posição da Rede Globo de Televisão.

Na época, o jornalista leu um comunicado da emissora informando que se a atriz optasse por assumir o cargo público, a mesma que possuía contrato vigente com a empresa, teria que pedir a suspensão do seu vínculo empregatício com a Rede Globo. Ele informou ainda que essa era uma condição imposta pela política interna da empresa, e que era do conhecimento de todos os colaboradores.

Após a reunião desta quarta-feira com a atriz Regina Duarte, o presidente Jair Bolsonaro afirmou que o processo de nomeação da atriz está a 'fase do proclamas', usando o termo citado pela artista, e revelou que isso se deve ao fato da atriz ter algumas questões pessoais para resolver.

Siga a página Famosos
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!