O ex-candidato à presidência Ciro Gomes sempre se mostrou uma pessoa afrontosa, não fugindo de polêmicas quando se mostra necessário. Usando seu Twitter, o político decidiu se dirigir diretamente a Jair Bolsonaro, classificando o presidente de República como “canalha” e afirmando em um vídeo que irá enfrentá-lo.

Na gravação realizada pelo cearense, Ciro realiza um discurso com uma duração de um pouco mais de 1 minuto. No vídeo, ele ressalta que Jair Messias Bolsonaro está mentindo para toda a população brasileira, não medindo esforços para atacar as instituições democráticas.

Se mostrando irritado e indignado com as situações atuais, Ciro fez menção a um recente episódio ocorrido com o presidente, aonde o mesmo usou o aplicativo WhatsApp para compartilhar vídeos que convocam a população para um ato contra o Congresso e o Supremo Tribunal Federal (STF).

O político não parou por aí, dizendo que o presidente da República é uma pessoa que não sabe lidar com os problemas atuais do Brasil, pegando o cargo e estando perdido em seu mandato. De acordo com Ciro Gomes, Bolsonaro está transformando a crise do país em algo ameaçador para a integridade nacional brasileira.

Ele ainda desabafou ao citar o que clasificou como escalada da violência nazi-fascista das milícias do território brasileiro que, segundo ele, chegaram a realizar dois tiros no peito de seu irmão, o senador Cid Gomes. Ciro disse que Bolsonaro procura a todo momento excitar os habitantes contra as instituições democráticas que, de acordo com sua opinião, mesmo com todos os defeitos, ainda são refúgio para a liberdade no país, devendo ser defendidas.

Após, o pedetista decidiu mandar um recado diretamente para o presidente, intitulando-o como canalha mor e afirmando que as instituições serão defendidas. Ele afirmou que nem todas as pessoas são compromissadas com o "lulopetismo corrompido", proferindo que ele mesmo é uma pessoa com coerência e limpa, ressaltando que irá enfrentar a família de canalhas do político, bem como todos aqueles que mostram trair o Brasil, indo contra as instituições e pedindo para que o Congresso e o Supremo Tribunal Federal (STF) sejam fechados em uma tentativa de ditadura.

Assista ao vídeo que Ciro Gomes publicou em seu Twitter:

Manifestação anti-Congresso explode nas redes sociais

Após o atual presidente da República Jair Bolsonaro publicar um vídeo no aplicativo de WhatsApp convocando as pessoas a comparecerem no ato marcado para o dia 15 de março, cujas pautas principais são anti-Congresso e anti-Supremo Tribunal Federal (STF), uma explosão de compartilhamentos e citações sobre as futuras manifestações ocorreram nas redes sociais.

No Twitter, o aumento das menções foi mais de 550% em 48 horas, de acordo com as informações passadas pela Diretoria de Análise de Políticas Públicas, da FGB (DAPP-FGV).

Siga a página Jair Bolsonaro
Seguir
Siga a página Governo
Seguir
Siga a página Eleições
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!