“Quem assistiu o Chernobyl vai entender o que ocorreu. Substitua a usina nuclear pelo coronavírus e a ditadura soviética pela chinesa. Mais uma ditadura preferiu esconder algo grave a expor tendo desgaste, mas que salvaria inúmeras vidas. A culpa é da China e liberdade seria salvação”, escreveu Eduardo Bolsonaro no Twitter.

Ele, que atua como um chanceler informal do Governo e foi cotado para ser embaixador do Brasil em Washington, gerou indignação e mal-estar com sua declaração, sobretudo com a embaixada chinesa no Brasil.

A mensagem do filho do presidente foi considerada uma abominação pela embaixada chinesa. O embaixador chinês, Yang Wanming, pede a Eduardo Bolsonaro que se responsabilize pelas palavras e peça desculpas ao povo chinês, e declara que vai manifestar e protestar tal indignação junto ao Itamaraty e à Câmara dos Deputados. Em uma de suas falas, Yang disse que o filho do presidente “contraiu um vírus mental”.

China e Brasil têm crise diplomática

Sabe-se que a China é o principal país asiático parceiro comercial do Brasil e figura como uma das principais fontes de investimento estrangeiro direto no país, porém, a mensagem de Eduardo responsabilizando a China pela pandemia do coronavírus deixa o povo brasileiro em maus lençóis, provocando uma crise diplomática com o país.

Yang tuitou que as palavras do deputado federal foram um insulto maléfico contra a China e o povo chinês e que sua atitude flagrante anti-China não condiz com o seu status, menos ainda com sua qualidade como uma figura pública especial, e que tal ação fere a relação amistosa China-Brasil, deixando claro o mal que palavras de Eduardo podem causar ao povo brasileiro.

Ademais, a embaixada chinesa também retuitou uma mensagem dizendo que "a família Bolsonaro é o grande veneno deste país".

A atitude do filho do presidente foi bastante criticada nas redes sociais. Muitos internautas demonstraram abominar as acusações feitas por Eduardo. Inclusive, diversas autoridades se manifestaram após as acusações de Eduardo Bolsonaro, repudiando-as.

Siga a página Jair Bolsonaro
Seguir
Siga a página Governo
Seguir
Siga a página Saúde
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!