Na terça-feira (13) a Caixa Econômica Federal anunciou o calendário de saques para o auxílio emergencial na quantia de R$ 600 a R$ 1.200 para aqueles trabalhadores que se encaixam como autônomos ou informais, microempreendedores individuais (MEI) ou, então, aqueles que perderam suas rendes devido a pandemia do novo coronavírus.

No momento, os pagamentos já estão sendo realizados para algumas pessoas. No entanto, a possibilidade de saque ainda não é possível, sendo necessário que o andamento sejam realizados digitalmente.

O valor em espécie poderá começar a ser retirado no dia 27 de abril, seguindo até o dia 5 de maio para quem está recebendo a primeira parcela do benefício.

Para aqueles que não forneceram os dados bancários necessários, a conta será aberta de forma automática.

O saque poderá ser realizado pela população de uma forma escalonada, de acordo com a data de aniversário de cada beneficiário. De acordo com a Caixa, será necessário fazer tal medida de segurança para evitar aglomerações e filas, prevenindo, assim, contra o novo coronavírus. O cronograma para os saques obedecerá a data de aniversário na seguinte ordem:

Nascidos em janeiro e fevereiro com poupança digital gratuita

Receberão o auxílio no dia 27 de abril

Nascidos em março e abril com poupança digital gratuita

Receberão o auxílio no dia 28 de abril

Nascidos em maio e junho com poupança digital gratuita

Receberão o benefício no dia 29 de abril

Nascidos em julho e agosto

Receberão o auxílio no dia 30 de abril

Nascidos em setembro e outubro

Receberão o auxílio no dia 04 de maio

Nascidos em novembro e dezembro

Receberão o auxílio no dia 5 de maio

Os saques poderão ser realizados nas lotéricas ou em caixas automáticas, não sendo necessário o uso de cartão físico.

Um código será fornecido para que o beneficiário possa ter acesso aos saques.

No aplicativo Caixa Tem, poderá o beneficiário optar pela opção “saque” assim que for liberada a retirada do dinheiro para o mesmo. Lá, o beneficiário irá escolher a quantia que irá querer sacar. Após, o aplicativo do Governo irá gerar um código que deverá ser apresentado na lotérica ou então digitado no caixa eletrônico.

A caixa ainda ressalta que aqueles que não conseguirem sacar o dinheiro poderão realizar transferência (TED ou DOC) gratuitos, que poderão ser exercidos no período de 90 dias para todos os bancos e contas.

Aqueles que não tem conta em nenhum tipo de banco irão receber o dinheiro em uma conta-poupança social da Caixa, ao qual abrirá de forma automática, sem que o beneficiário necessite de apresentar nenhum tipo de documento.

De acordo com as informações passadas pela instituição, durante a semana, serão abertas 6,6 milhões de contas para que o envio do auxílio emergencial possa ser exercido.

A parte da população que se enquadra como beneficiário do Bolsa Família terão um tipo de calendário próprio para que possa sacar no mesmo dia do recebimento tradicional. Se atente aos saques desta semana:

Beneficiários do Bolsa Família com digito do NIS igual a 1

Poderão sacar o auxílio emergencial no dia 16 de abril (quinta-feira)

Beneficiários do Bolsa Família com digito do NIS igual a 2

Poderão sacar o auxílio emergencial no dia 17 de abril (sexta-feira)

Pagamentos digitais

Para quem ter o auxílio emergencial de forma digital, o cronograma será diferente dos saques.

O benefício estará disponível virtualmente, podendo realizar pagamentos e transferência através do aplicativo do governo chamada “Caixa Tem”.

A primeira parcela do auxílio de R$ 600 ou R$ 1,2 mil começou a ser disponível no dia 9 de abril para aqueles que obtinham poupança na Caixa ou conta no Banco do Brasil e já estavam registrados no Cadastro Único (Cadúnico).

Na terça-feira (14) o pagamento deu início para aqueles que se registraram no Cadúnico até 20 de março mas que, no entanto, não são clientes do Banco do Brasil ou possuem conta na Caixa Econômica Federal. Os pagamentos para aqueles que se enquadram no que foi citado acima será depositado na conta-poupança caixa também de forma escalonada, seguindo o mês e aniversário do beneficiário:

Nascidos no mês de Janeiro

Receberão o auxílio na terça-feira (14), a partir do meio dia

Nascidos no mês de fevereiro, março e abril

Receberão o auxílio na quarta-feira (15)

Nascidos em maio, junho, julho e agosto

Receberão o auxílio na quinta-feira (16)

Receberão o auxílio na sexta-feira (17)

Na quinta-feira (16) o primeiro pagamento do auxílio emergencial será liberado para a parte da população que não se cadastrou no CadÚnico e realizou sua inscrição pelo aplicativo Auxílio Emergencial ou pelo site oficial da Caixa na semana passada.

De acordo com a caixa, é necessário um prazo de 5 dias para que processar o pedido do recebimento no cadastro.

Siga a página Coronavirus
Seguir
Siga a página Jair Bolsonaro
Seguir
Siga a página Política
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!