O ex-conselheiro federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) José Rossini Campos do Couto Correa entrou com uma ação no Supremo Tribunal Federal (STF) pedindo que a Corte determine ao presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), que analise pedido de impeachment contra o presidente Jair Bolsonaro.

De acordo com algumas informações a respeito do caso, o ex-conselheiro entende que o atual presidente está tomando medidas erradas a respeito da pandemia no Brasil ao se posicionar a favor da retomada das atividades profissionais e também da reabertura dos comércios. Bolsonaro já declarou em entrevistas que sua vontade é fazer com que o país volte a funcionar.

O jurista pede que o STF dê o prazo máximo de até 15 dias para que Rodrigo Maia analise o caso a respeito do afastamento do atual presidente. A ação pede que Bolsonaro seja retirado do cargo de presidente do Brasil. José Rossini ainda acusou o chefe do Executivo por quebra de decoro, contrariedade às orientações da Organização Mundial da Saúde (OMS), apoio a atos que pedem o fechamento do Congresso e o STF e por ataques feitos contra jornalistas.

Coronavírus e consequências no Brasil

A OMS (Organização Mundial da Saúde) atualiza diariamente dados a respeito das consequências geradas pelo vírus no país. De acordo com algumas informações, a doença já se proliferou para a maioria dos estados brasileiros.

São Paulo e Rio de Janeiro são os estados que apresentam mais casos de mortes a respeito do coronavírus.

Já o governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, impôs uma medida de prisão para quem descumprir medidas de quarentena e for localizado por agentes de segurança em praias ou em outros lugares públicos de lazer.

Em meio ao avanço do vírus, Witzel acabou sendo contaminado com a doença e publicou um vídeo em suas redes sociais relatando o ocorrido. Ele segue em casa se recuperando.

Nesse período de quarentena, já foram registrados 2.484 mortes e cerca de 39.144 casos confirmados. A maioria das pessoas que foram vítimas fatais, eram aquelas que estavam no grupo de risco.

Siga a página Jair Bolsonaro
Seguir
Siga a página Política
Seguir
Siga a página Lula
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!