Após ser criticado por ser favorável á CPMI (Comissão Parlamentar Mista de Inquérito) das fake news, o atual senador Major Olímpio (PSL-SP) trocou ofensas com o vereador Carlos Bolsonaro (Republicanos-RJ). De acordo com informações fornecidas pelo portal UOL, o senador informou que o vereador possui problemas psiquiátricos.

"Seu problema é psiquiátrico e daí o desespero de seu pai com relação a você", disse Major Olímpio ao filho do presidente.

A respeito das críticas, o filho do presidente da República informou que Major Olímpio se aproveitou do momento de enfermo do seu pai, quando ficou internado em um hospital no ano de 2018 após sofrer um atentado em Juiz de Fora, Minas Gerais.

Carlos Bolsonaro afirmou que o senador chegou a chorar para que Bolsonaro pudesse gravar alguns vídeos para que ele pudesse usar no seu material de campanha. Ambos os parlamentares continuam trocando farpas nas redes sociais.

CPMI das fake news

A CPMI foi criada para apurar as notícias que estão circulando nas redes sociais, com intuito de identificar se o conteúdo é verídico ou não.

Com isso, aquelas pessoas que divulgarem tal conteúdo duvidoso poderão ser penalizadas com multas e até mesmo com prisões. A CPMI está sendo bastante usada para apurar fatos apresentados de alguns políticos nas redes sociais.

Eduardo Bolsonaro

Além do seu irmão Carlos, Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) também estaria envolvido com propagação de notícias falsas pelas redes sociais.

O deputado federal havia usado seu Twitter para informar que o médico Daniel França, que é o atual companheiro da deputada federal Joice Hasselmann (PSL-SP), teria envolvimento com desvio de verba pública.

Eduardo Bolsonaro informou que o médico tem ligação direta com o atual governador do estado do Rio de Janeiro, onde Daniel teria praticado tal ato delituoso.

Diante disso, a deputada federal se posicionou informando que a notícia publicada por Eduardo não tinha fundamento e se tratava de uma fake news, tendo em vista que o deputado federal não possui provas para comprovar tal ato.

Com isso, Joice Hasselmann informou que já entrou com um pedido na Justiça para que Eduardo Bolsonaro responda pelo crime de calúnia contra seu atual companheiro.

Siga a página Jair Bolsonaro
Seguir
Siga a página Governo
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!