Uma animação envolvendo o presidente da República, Jair Bolsonaro, e a ex-secretária da cultura Regina Duarte viralizou no Twitter recentemente. A trama ultrapassou a marca de 1 milhão de visualizações só no Twitter, isso em menos de 24 horas. Na animação, os personagens principais são Regina e Bolsonaro.

Bolsonaro morre em animação

O curta mostra a cantora pop Lady Gaga informando Regina Duarte sobre a morte de Bolsonaro, causada pela cloroquina, depois de tomar um chá feito do medicamento.

A animação, apesar de ter apenas um minuto de duração, viralizou entre os internautas. Ela foi criada por Gibran Gomes, que é de Pernambuco.

A arte de Gibran foi compartilhada não só por anônimos mas também por Famosos, entre eles Kleber Mendonça Filho, que é roteirista e diretor da aclamada "Bacurau" (2019). Kleber pediu para que Gibran Gomes o autorize a transformar seu curta em um longa-metragem, inclusive.

O site Noticias da TV conversou com o autor da animação. Segundo Gibran, a animação foi feita em cerca de 10 dias, e que não havia planejado uma continuação para a história, já que o final dela deixa claro que aconteceu "algo bom para todo mundo", nas palavras do artista.

Animação com morte de Jair Bolsonaro viraliza

Apesar de ter apenas um minuto, a animação tem muitas mensagens subliminares, nela o presidente Bolsonaro aparece no Palácio da Alvorada lendo um jornal chamado The Fake Times.

Na manchete vem a notícia que diz que existe um complô mundial para derrubar o presidente do Brasil. Nesse momento, enquanto lê a notícia, o presidente está sentado no sofá e a primeira dama traz um chá de cloroquina, ele bebe e em questão de segundos morre. Ironicamente, a última palavra do presidente Jair Bolsonaro é ''Lula''.

Depois do último suspiro de Bolsonaro, a primeira-dama vira Lady Gaga. Nesse momento a ex-secretária da Cultura Regina Duarte telefona para o presidente. Para compor essa parte, Gibran Gomes usou áudios que foram vazados da atriz algumas semanas antes de ela sair do cargo.

Segundo o autor da animação, ele recebeu apenas três ataques virtuais de seguidores de Bolsonaro.

Ainda disse que para o "gado" deve ser difícil entender o que ele quis passar na animação, pois tem muitas mensagens subliminares.

Bolsonaro é figura principal em animação

O presidente foi o grande protagonista dessa trama que tem inúmeras mensagens subliminares. Na caneca onde a primeira dama traz o chá de cloroquina que mata o presidente tem o rosto de Donald Trump estampado.

Pela casa de Bolsonaro na animação existem muitos símbolos da suástica (figuras de representação do partido nazista alemão) além de um berrante acima do sofá onde ele morre, para representar os seguidores do presidente que são chamados de "gado".

O fim da história, no entanto, é menos trágico. A curta trama acaba com Lady Gaga dizendo que deixou a cura do coronavírus no Palácio da Alvorada.

Siga a página Coronavirus
Seguir
Siga a página Famosos
Seguir
Siga a página Jair Bolsonaro
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!