O ex-ministro da Justiça Sergio Moro está sendo apontado atualmente como o principal nome para ser adversário de Jair Bolsonaro, o atual presidente da República, nas eleições que irão acontecer em 2022.

A revelação veio de acordo com um levantamento feito pela Quaest Consultoria e Pesquisa. Na sondagem feita entre os dias 14 e 17 de junho, cerca de 1.000 pessoas foram entrevistadas nas 27 unidades da federação.

Diante da análise feita através das 27 unidades da federação com estas pessoas selecionadas, Moro apareceu com 19% das intenções de votos, caso as eleições presidenciais fossem agora. Já Bolsonaro, que é o atual presidente do país, aparece com 22% das intenções de votos.

No entanto, ao que tudo indica, o ex-ministro do Governo de Bolsonaro e ex-juiz da Operação Lava-Jato tem superado o seu ex-chefe em alguns segmentos que foram levantados.

Moro seria um dos favoritos para a presidência

De acordo com o que foi divulgado pela pesquisa em questão, Moro supera Bolsonaro entre as pessoas com mais de 60 anos (24% a 22%) e entre as pessoas que possuem uma renda mensal superior a cinco salários (24% a 15%). O ex-juiz está à frente de Bolsonaro também nas regiões Sudeste, com 24% a 21% dos votos, e Sul, com 20% a 18% dos votos, como foi apontado pela pesquisa em questão.

A pesquisa ainda mostrou que, na terceira e na quarta colocação para a eleição neste momento, estão sendo apontados nomes da esquerda.

Entre eles, figura Fernando Haddad, que perdeu no segundo turno de 2018 para o atual presidente, e tem 13% das intenções de voto atualmente. Além dele, foram registradas 12% das intenções de votos para Ciro Gomes, do PDT.

PDT quer formar frente de esquerda

Uma das maiores estratégias que está sendo adotada pelo PDT em relação a isso é de dialogar com setores distintos da sociedade, e isso é claro inclui também antigos rivais.

Vale destacar, por fim, que em quinto e sexto lugares, muito distante dos outros candidatos que foram mostrados na pesquisa, estão Luciano Huck, com 5% das intenções, e Guilherme Boulos, do PSOL, que aparece com 3% das intenções de votos dos brasileiros no momento.

João Doria, que é o atual governador de São Paulo, também apareceu na pesquisa, levando 2% dos votos.

Um dos dados da pesquisa que mais chamou a atenção, porém, é o fato de 23% dos entrevistados não possuem candidatos.

Siga a página Governo
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!