Na manhã desta quinta-feira (30), a Secom (Secretaria Especial de Comunicação Social da Presidência da República) informou que a primeira-dama Michelle Bolsonaro testou positivo para o novo coronavírus. A primeira dama registra positivo dias após o anúncio de que Jair Bolsonaro havia superado a doença.

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) testou positivo para a Covid-19 no dia 7 de julho e, no sábado (25), informou que estava curado.

Presidência

Em nota oficial, a presidência informou que o resultado do teste realizado pela primeira-dama saiu na manhã desta quinta-feira, confirmando o diagnóstico da doença.

Ainda na nota comunicam que o estado de saúde de Michelle Bolsonaro é bom e que ela tratará a doença seguindo os protocolos estabelecidos pelos órgãos de saúde. Assim como seu marido, presidente Jair Bolsonaro, a primeira-dama está sendo tratada e acompanhada pela equipe médica presidencial. Vale destacar que Michelle Bolsonaro está fora do grupo de risco, pois tem 38 anos.

Michelle mora com o atual presidente e suas duas filhas, Laura e Letícia. Laura é filha de Jair Bolsonaro e Letícia sua enteada. Todos residem no Palácio da Alvorada.

Michelle Bolsonaro

Em uma cerimônia realizada no Palácio do Planalto, no dia 29 deste mês, Michelle Bolsonaro esteve na presença de outros membros do Governo, discursando ao lado de Jair Bolsonaro.

No entanto, a primeira-dama aparecia usando a máscara de proteção contra o coronavírus.

Entre os presentes no evento estavam a ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Silva, a ministra da Agricultura, Teresa Cristina, e o deputado Major Vitor Hugo. Major Vitor Hugo teve contato próximo com a primeira-dama.

Testes

O teste cujo resultado foi divulgado nesta quinta-feira não é o primeiro realizado por Michelle Bolsonaro. Logo após confirmação do resultado positivo de Jair Bolsonaro, a primeira-dama, assim como Letícia e Laura, suas filhas, realizaram testes que, na ocasião, apresentaram resultado negativo.

Michelle é o terceiro caso de contaminação confirmado na família, antes mesmo do presidente Bolsonaro ser contaminado, a avó da primeira-dama havia sido diagnosticada com Covid-19.

Maria Aparecida Firmo Ferreira, a avó de Michelle, está internada em estado grave desde o dia primeiro de julho. Maria está entubada em uma Unidade de Terapia Intensiva no Hospital Regional de Santa Maria no Distrito Federal.

Siga a página Coronavirus
Seguir
Siga a página Jair Bolsonaro
Seguir
Siga a página Governo
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!