Sempre controverso, o escritor Olavo de Carvallho, apoiador de Jair Bolsonaro (sem partido), usou suas redes sociais nesta quarta-feira (25) para demonstrar sua insatisfação com a postura do presidente sobre alguns assuntos. Olavo também afirmou que Bolsonaro não vem se dedicando em defender os seus principais apoiadores.

Críticas de Olavo a Bolsonaro

Em uma publicação no Facebook, Olavo se referiu a Bolsonaro dizendo o seguinte: "Se você não é capaz nem de defender a liberdade dos seus mais fiéis amigos, renuncie e vá para casa antes de perder o prestígio que em outras épocas soube merecer".

Em outra postagem, Olavo fez uma comparação entre Bolsonaro e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, dizendo que o petista jamais deixou seus aliados na mão.

O escritor ainda cita que o Governo de Bolsonaro deveria parar de ficar se vangloriando das obras de infraestrutura e começar a trabalhar para que a liberdade de expressão de seus apoiadores não seja esmagada pelos opositores.

Vale ressaltar que em meados de 2020 o Twitter já havia anunciado a suspensão do canal "Terça Livre", ligado ao blogueiro bolsonarista Allan dos Santos, o qual foi indiciado no inquérito das ‘Fake News do Supremo Tribunal Federal (STF). A pedido do ministro Alexandre de Moraes, Alan ficou proibido de postar novos vídeos nas redes sociais.

Olavo enfrenta problemas financeiros

No último dia 10, uma reportagem do jornal O Estado de S. Paulo citou que Olavo de Carvalho está passando por um momento de turbulência em suas finanças depois que mais de 200 empresas pararam de patrocinar seus canais nas mídias sociais.

Ainda segundo informações, ele também perdeu em torno de 30% dos alunos em seus cursos.

Em setembro, o grupo Sleeping Giants Brasil protagonizou a queda das contas de Olavo em plataformas de pagamento digital. Na época, Olavo afirmou estar sofrendo perseguição por parte de seus opositores e atacou Bolsonaro acusando-o de não defender seus apoiadores.

No mês passado, o escritor foi condenado a indenizar o cantor Caetano Veloso em R$ 2,9 milhões, após publicar informações falsas sobre o artista.

Em outro processo, o Tribunal de Justiça de São Paulo condenou três pessoas ligadas a Olavo de Carvalho a indenizarem a jornalista Madeleine Lacsko. Segundo informações, os réus são acusados de difamar a profissional nas redes sociais.

O assunto veio a público por meio de uma matéria publicada no site Consultor Jurídico.

Desempenho de aliados de Bolsonaro nas eleições

Após o fim do primeiro turno das eleições municipais, Olavo aproveitou a ocasião para criticar a performance dos candidatos apoiados pelo presidente. O escritor diz que Bolsonaro teve responsabilidade no fraco desempenho dos candidatos bolsonaristas nas urnas. Ele afirmou que o presidente foi incapaz de repassar prestígio aos seus aliados políticos, ressaltando que Bolsonaro apresenta um respaldo militante incapaz de fazer frente aos adversários políticos.

Na ocasião, candidatos ligados a Bolsonaro, como Celso Russomano (Republicanos) e Delegada Patrícia (Podemos), tiveram derrotas significativas em capitais como São Paulo e Recife, entre outros.

Questionado sobre o assunto, o governo fez questão de minimizar o tema, resumindo que o apoio aos candidatos bolsonaristas foi feito apenas por meio de lives presidenciais.

Siga a página Jair Bolsonaro
Seguir
Siga a página Política
Seguir
Siga a página Lula
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!