Um automóvel com dois mortos em seu interior foi encontrado na manhã desta segunda-feira (20) submerso e com as quatros rodas para cima no rio dos Sinos, na região de Taquara (RS). O veículo foi localizado por funcionários da empresa Corsan, que são responsáveis pela captação de água no Sinos.

Após a descoberta do veículo, os profissionais chamaram a polícia Militar da região para retirarem o veículo do rio.

Para surpresa de todos, quando os agentes conseguiram içar o automóvel Monza, com placas da cidade de Erechim, encontraram os corpos de um homem e uma criança.

De acordo com os policiais, há uma possibilidade de que o motorista encontrado morto no veículo seja o real proprietário do carro, identificado como Fábio Marcelo Piasczinski, de 46 anos. Dentro do automóvel estavam todos os respectivos documentos do proprietário.

Porém a identidade da vítima ainda é uma hipótese, pois só uma confirmação de alguém da família poderia dizer ao certo.

De acordo com o delegado responsável pelo caso da Delegacia de Polícia de Taquara, Fabiano Berdichevski, até o início da noite de segunda-feira (20) ninguém teria prestado queixa de desaparecimento do suposto morador de Erechim.

A criança pode ser filho do condutor do veículo

Ainda segundo as autoridades, a criança encontrada junto ao corpo do homem seria um menino de aproximadamente 10 anos, com o suposto nome de Fabrício.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Polícia

Ele pode ser filho do condutor do automóvel. “É mais uma informação que nós temos que averiguar com membros da família das vítimas, pois o menino não carregava nenhum documento de identificação, o que é normal para criança nessa faixa de idade", informou o delegado.

"A última ocorrência que encontramos em nossos registros envolvendo o proprietário do carro foi do ano de 2015, na região da fronteira do estado.

Ele não possui nenhuma passagem criminal, não tem envolvimento com entorpecentes nem nada”, disse Fabiano Berdichevski.

A polícia ainda está apurando se a vítima poderia estar passando pelo local simplesmente a passeio e acabou se acidentando e caindo no rio.

“Há uma marca de freada, ele aparentemente pode ter tentado desviar de uma árvore e acabou caindo no rio. O local onde o veículo foi encontrado não é uma área de laser, é um final de rua com gramas e um banhado onde, no escuro, não da para saber ao certo se está em uma poça ou na beira de um rio, ainda mais se você não conhece bem a região”, menciona o delegado.

Segundo uma investigação preliminar, Fábio e Fabrício teriam saído de casa em Erechim na última sexta-feira (17) em direção a Caxias do Sul.

A polícia ainda não conseguiu entrar em contato com os familiares das vítimas e aguardam os laudos da perícia para tentar identificar ao certo o que ocorreu.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo