A Polícia Civil está investigando o assassinato de uma Mulher grávida de sete meses, ocorrido na noite desta terça-feira (22), em Bento Gonçalves, na Serra Gaúcha. Na esperança de salvar a criança, uma cesariana de emergência foi realizada no corpo da jovem, mas o bebê não resistiu e também veio a óbito.

De acordo com a polícia, por volta das 21h, dois homens teriam chegado em um Volkswagen Gol de cor branca em frente à residência da jovem, no bairro Santo Antão.

Publicidade
Publicidade

Após descerem do veículo eles bateram na porta da mulher, que, ao atender, foi atingida por disparos realizados pelos criminosos dentro da residência. A vítima foi identificada pela polícia como Andressa Weber Erbice, de 24 anos.

Dentro do imóvel também estava o esposo da jovem, que aproveitou quando os atiradores voltaram até o carro para recarregar as armas e se trancou no quarto da residência. Ao voltar para o interior da casa, os atiradores disparam diversas vezes contra a porta do quarto, mas não conseguiram entrar e acabaram fugindo do local sem conseguir atingir o rapaz.

Publicidade

Após a polícia ser chamada, os agentes realizaram uma busca pela área e conseguiram encontrar o veículo utilizado pelos criminosos, abandonado no bairro Tancredo Neves. Os agentes desconfiam que os homens teriam deixado o carro no local e terminaram a fuga a pé, por um beco na região.

A jovem ferida chegou a ser socorrida e encaminhada a uma unidade de saúde, mas acabou morrendo no hospital ainda nos primeiros atendimentos.

Na tentativa de tentar salvar a vida do bebê, uma menina de sete meses de gestação, a equipe médica realizou uma cesariana de emergência para tirar a criança, mas o bebê acabou morrendo na UTI neonatal do hospital por insuficiência respiratória.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Polícia Mulher

Cinco tiros de revólver

De acordo com o delegado responsável pelo caso, Álvaro Becker, da 2ª Delegacia de Polícia da região, Andressa foi morta com pelo menos cinco tiros, e a motivação do crime ainda não é de conhecimento dos agentes. O automóvel encontrado abandonado pelos criminosos em um matagal próximo possuía registro de roubo.

Andressa tinha antecedentes criminais, mas a polícia não divulgou quais seriam eles. Até o momento os agentes não têm pistas dos assassinos.

Segundo informações, o enterro das vítimas foi realizado no cemitério municipal de São Francisco de Assis, mas, até as 17h desta quarta-feira (22), os corpos ainda não tinham sido liberados pelo Instituto Médico Legal de Bento Gonçalves.

Neste ano de 2019, Bento Gonçalves registrou 16 assassinatos, contando com este duplo homicídio de ontem. Ano passado, neste mesmo período, a cidade contabilizou 19 assassinatos, e o ano terminou com 52 mortes.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo