O Procon/SP um dos mais órgãos vigilantes do estado, no que diz respeito ao direito do consumidor aplicou multa a emissora de Televisão SBT. A multa é decorrente da publicação de comerciais da marca Dolly no canal do youtube da empresa que criou a época perfis nas redes sociais, dentre elas o youtube, para alimentar a audiência da novela.

O personagem exibido no canal da emissora na internet é o criado pela SBT para a novela "Carinha de Anho", a Juju Almeida, interpretada por Maisa Silva.

Multa milionária

A multa aplicada pelo Procon/SP é no valor de R$ 387.360,00 (trezentos e oitenta sete mil trezentos e sessenta reais), uma das maiores multas já aplicadas a emissora por essa modalidade de infração.

A denúncia contra a Dolly e contra a emissora SBT ocorreu nos idos de 2017, realizada pelo programa "Criança e Consumo", do instituto Alana.

O instituto Alana, através do seu programa criança em consumo, tem como objetivo maior o de divulgar e ampliar a discussão de ideias sobre publicidades com foco exclusivamente ao público infantil.

O instituto visa prevenir e minimizar quaisquer prejuízos decorrentes de publicações adicionadas ao mercado e que são direcionadas para o público infantil, uma vez que a criança não tem condições de discernir conteúdos próprios da emissora de campanhas publicitarias que são inseridas nesses programas.

Entenda o porquê da multa

No dia das mães e dos pais, no canal da emissora foram apresentados dois vídeos que ao entender do instituto acudiam a marca Dolly, uma vez que esta foi mencionada pelas personagens, inclusive com cantorias do jingle da marca ao final de cada vídeo.

A emissora foi condenada a pagar a multa, pois o Procon considerou que o mascote da empresa Dolly, o Dollynho foi posto propositalmente para atrair a atenção das milihares de crianças que acompanham o canal da Juju Almeida, vale ressaltar que o aludido canal a época da denúncia possuía a época mais de um milhão e duzentos mil inscritos.

Outras sanções sofridas pela emissora SBT

Não foi o primeiro caso de sanção milionária sofrida pela emissora.

O canal de Tv pertencente ao grupo do empresário e apresentador Silvio Santos, já foi punida outras vezes por prática indevida no que tange a publicidade infantil.

Em suas ações de marketing contidas na sua novela "Carrossel", exibida nos anos de 2012 e 2013, o SBT foi condenada a pagar uma multa ainda maior que a estipulada pelo Procon. A condenação dessa vez atingiu a cifra milionária de 3,5 milhões e foi aplicada pela secretária nacional do consumidor (Senacon).

Com essa aplicação a emissora foi condenada pelo Tribunal de Justiça de São Paulo e consequentemente obrigada a pagar danos morais coletivos no valor de 700 mil reais.

Siga a página Famosos
Seguir
Siga a página Novelas
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!