Johnny Depp infelizmente está tendo seu nome cada vez mais associado a escândalos. Acabam de se tornar de conhecimento público detalhes cada vez mais polêmicos da separação do ator com a também atriz Amber Heard. Os detalhes sensacionalistas da relação com sua ex-esposa continuam a aparecer devido a insistência do ator em abrir processos judiciais contra quem o acusa de ter praticado violência doméstica.

O resultado do julgamento em Londres da ação movida por Depp, que acusou o jornal britânico The Sun de difamação por ter o descrito em um artigo como “espancador de esposa”, acabou fazendo com que fosse de conhecimento público declarações polêmicas do ator.

Mensagens de texto enviadas por Johnny Depp para o também ator Paul Bettany no ano de 2013, foram lidas nesta semana durante uma audiência no Tribunal Superior de Londres. Nas mensagens, Depp diz que queria “queimar” e “afogar” Amber Heard, além de outras declarações de mau gosto.

Decadência

As ameaças recém reveladas fazem parte do mais recente capítulo das atitudes tomadas por Depp que estão fazendo com que sua carreira esteja se tornando cada vez mais trágica no Cinema desde sua separação em 2016. Johnny Depp e Amber Heard se conheceram quando os dois fizeram um par romântico no filme “Diário de um Jornalista Bêbado” (2011). O romance fez que o casamento de quatorze anos dele com a francesa Vanessa Paradis chegasse ao fim.

Idas e vindas

Foi noticiado em setembro de 2012 que Depp e Heard haviam terminado o relacionamento, porém o intérprete do personagem Edward Mãos de Tesoura fez de tudo para reconquistar a então namorada enviando-lhe flores e poemas diariamente.

O ator foi mais além e em maio de 2013 comprou para a Amber uma fazenda na cidade de Nashville para que o casal fosse viver juntos. Em janeiro do ano seguinte eles ficaram noivos e se casaram em fevereiro de 2015.

A felicidade do casal não durou muito tempo, em 2016 foi feito o pedido de divórcio, foram feitas acusações de violência doméstica por ambas as partes, ainda foram divulgadas imagens com o rosto de Amber Heard machucado e um vídeo de uma bebedeira de Johnny Depp, ela conseguiu uma ordem judicial impedindo que Depp se aproximasse dela.

A assinatura do divórcio aconteceu no início de 2017, a atriz saiu do episódio com a pequena fortuna de US$ 7 milhões. Ela então doou todo o dinheiro para organizações beneficentes, incluindo até algumas voltadas para assistir vítimas de agressões domésticas. Johnny Depp por sua vez gastou quase toda sua fortuna, estimada em mais de US$ 514 milhões na época, com gastos supérfluos, de acordo com informações de seus ex-empresários, o que o deixou praticamente falido.

Depois do divórcio, Depp foi processado por vários ex-funcionários seus e até mesmo por um assistente de produção de “City of Lies”, o ator teria agredido o assistente de produção durante as filmagens ocorridas em 2018, o filme não foi lançado no Brasil.

Entre os processos abertos por Johnny Depp está a ação contra Amber Heard por esta ter escrito um artigo em que se declara vítima de violência doméstica. O nome do ator não é citado no artigo assinado por ela, porém ele alega que a ex-esposa o difamou no artigo e pede uma indenização de US$ 50 milhões. Ele afirma que perdeu oportunidades de trabalho por causa do artigo.

Provavelmente este processo irá revelar mais detalhes da vida pessoal do ator, o astro já foi um dos mais bem pagos de Hollywood e tinha uma carreira invejável.

No momento ele só tem uma produção agendada, ele será visto no papel de Geller Grindelwald no terceiro capítulo da franquia “Animais Fantásticos”. E dependendo do que for revelado, até mesmo isso pode estar comprometido.

Siga a página Famosos
Seguir
Siga a página Cinema
Seguir
Siga a página Opinião
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!