O home office chegou na vida dos brasileiros e passou a ser uma realidade para muitas empresas e funcionários. A rotina mudou com a chegada da pandemia do novo coronavírus e com essa mudança, todos tiveram que, de alguma forma, se adaptar ao novo normal.

Com a obrigatoriedade do isolamento social, foi necessário a inserção do trabalho remoto para que as empresas pudessem dar continuidade aos serviços prestados e trabalhadores conseguissem permanecer e manter seus empregos.

Home office

A maioria das empresas ficou um tanto quanto receosas no início e confessaram que não confiavam muito na modalidade home office, por acreditar que a produtividade ou até mesmo o desempenho para executar as funções e as tarefas do trabalho não seriam realizados com a mesma qualidade.

Outro ponto que foi abordado pelas empresas seria o fato de que o funcionário não seria capaz de manter o foco e a concentração na modalidade home office.

Adaptação

Essa metodologia de trabalho remoto e de sistema híbrido, onde o funcionário comparece à empresa em dias específicos, e nos demais executa o trabalho de casa, tornou-se muito comum e, até mesmo antes da pandemia, esse método já existia.

Porém, outras empresas que nunca exerceram esse tipo de atividade e não estavam acostumadas com o cenário, precisaram se reinventar e se adaptar ao home office de maneira muito rápida e aprovaram o experimento.

Embora tenha acontecido tudo muito depressa, os resultados apresentados foram positivos e tanto empresários quanto funcionários que aderiram a esse novo modelo constataram que o trabalho fluiu normalmente, sem grandes impactos.

Produtividade

Com a crise econômica que bateu à porta de milhares de pessoas nesses últimos tempos, o medo de ficar desempregado fez com que funcionários se dedicassem ao máximo para desempenhar e apresentar um trabalho de qualidade.

Trabalhar 14 horas por dia com direito a 15 minutos de almoço e sem pausa para descanso, foram uma das condições em que trabalhadores foram submetidos, até conseguirem organizar o tempo propriamente dito.

Mas todo o esforço foi válido e essa atitude gerou um bom resultado e o aumento na produtividade foi considerável.

Pontos positivos

Mesmo diante de todos esses desafios, a grande maioria afirma que o home office veio para ficar. Pontos positivos como flexibilidade, não precisar usar o transporte público e principalmente, ter mais tempo para a família, foram ressaltados por quem passa pela experiência de poder trabalhar em casa.

Tendo em vista que essa modalidade de trabalho será estendida, é necessário e fundamental que as empresas devam investir em treinamentos específicos, colaborar com materiais e infraestrutura oferecendo um suporte adequado a seus colaboradores.

Siga a página Vagas
Seguir
Siga a página Opinião
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!