Uma das estreias da sexta-feira (11) da Netflix é a série de comédia "A Duquesa" (The Duchess). A produção é uma criação de Katheryne Ryan, que também é a roteirista da série e também está na produção executiva.

A série de apenas seis episódios com duração média de meia hora cada é protagonizada pela própria Katheryne e também tem no elenco: Rory Keenan; Steen Raskopoulos; Maya Jama; Katy Byrne; Michelle de Swarte; Sophie Fletcher e Doon Mackichan.

Do que se trata

A protagonista de "A Duquesa" é uma mãe solteira de 33 anos que tem uma relação peculiar com sua filha de 9 anos Olive (Katy Byrne). A trama se passa em Londres.

As duas são inseparáveis e até mesmo dormem na mesma cama, sendo que Olive tem seu próprio quarto.

A protagonista tem um péssimo relacionamento com o ex-marido Shep (Rory Keenan). O sujeito é um ex-integrante de uma boy band que fez sucesso há dez anos.

Apesar de ter sido famoso no passado, Shep age como se seus dias de glória não tivessem ficado para trás.

Ao longo da série o público fica sabendo que ele foi um péssimo marido e que deixou Katheryne em situações difíceis por diversas vezes.

Ele também é um paranoico que acredita em teorias conspiratórias. O personagem poderia ser considerado um vilão na trama se não fosse o tom de galhofa que ele ganha na série. O que alivia um pouco a situação dele é carinho que tem pela filha.

São impagáveis as ofensas que ex-casal trocam durante toda a trama. Aqui não existe o clichê do casal que se odeia, mas que no fundo há uma tensão sexual entre eles. A única coisa que eles têm em comum é amor que sentem pela filha.

O interesse amoroso da protagonista é o dentista relativamente bem-sucedido Evan (Steen Raskopoulos).

Ele ama verdadeiramente Katheryne e é extremamente paciente, pois atura os altos e baixos da protagonista.

Depois da decepção que foi o casamento com o pai de sua filha, Katheryne não acredita em relacionamentos duradouros e tem dificuldade em ter um compromisso sério com Evan.

Este é um dos desafios que o casal vai ter que enfrentar na primeira temporada, e esta nem vai ser a crise mais difícil que eles irão ter que superar.

A protagonista é uma mulher que toma muitas decisões equivocadas durante toda a série. Ela é imatura e pode se ver que seu comportamento acaba influenciando a filha.

Um tema que é explorado de maneira interessante na série é a disposição de Katheryne para fazer com que Olive seja tratada como uma criança de nove anos.

Um dos momentos mais emocionantes da série é quando Katheryne leva Olive para cortar o cabelo, naquele momento, ambas perceberam que ali estava terminando uma fase para começar outra.

Logo no prólogo do primeiro episódio a série já dá impressão que será apaixonante. Não dá para resistir ao diálogo em que Katheryne diz para Olive que criou uma filha conservadora.

Diante da Opinião da filha sobre a questão da imigração.

Ela lembra para a filha que ela própria, Katheryne é uma imigrante.

Um pouco verdadeira

A série conta um pouco da história da comediante de stand-up comedy Katheryne Ryan, que assim como a versão que é apresentada na série, é uma canadense que foi viver na Inglaterra.

Siga a página Televisão
Seguir
Siga a página Seriados
Seguir
Siga a página Opinião
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!