Sites especializados no mundo do Cinema afirmam que o ator Michael B. Jordan tem pretensões de ter uma franquia só sua. É bem verdade que o astro já é o protagonista da franquia “Creed”, porém divide ali os holofotes com Sylvester Stallone.

Se os rumores de que Stallone dará vida ao icônico personagem Rocky Balboa uma vez mais para depois abandonar a franquia se confirmarem, Jordan reinará absoluto. Enquanto isso não acontece, a Amazon decidiu ajudá-lo a ter uma franquia para chamar de sua.

A empresa concorrente da Netflix estreou a produção “Sem Remorso” ("Tom Clancy's Without Remorse"), dirigido pelo cineasta italiano Stefano Sollima ("Sicário: Dia do Soldado"); o roteiro inspirado no livro homônimo de Tom Clancy foi escrito por Taylor Sheridan e Will Staples.

O elenco conta ainda com Jodie Turner-Smith, Jamie Bell, Guy Pearce e outros.

John Clark

O protagonista do novo filme de ação da Amazon teve sua origem contada em 1993 no livro “Sem Remorso”, escrito por Tom Clancy, e narra o surgimento de John Clark, o segundo personagem mais conhecido da galeria do autor de livros de espionagem. Desde sua primeira aparição na obra de Clancy, John Clark era visto como o braço direito de Jack Ryan, enquanto Ryan era um sujeito mais calculista, Clark era o homem da ação.

No cinema o personagem já havia sido interpretado por Willem Dafoe e Liev Schreiber, a escolha de Michael B. Jordan para o papel mostra a intenção de mudar o contexto original do personagem, e mostra como John Kelly, um fuzileiro naval que se tornou John Clark um operativo da CIA.

A trama

O filme inicia com a equipe de John Kelly em uma missão na Síria, depois de uma batalha com inimigos russos, a equipe de Kelly volta para os Estados Unidos e os membros que participaram da operação são assassinados, após tentarem matar Kelly, eles o deixam gravemente ferido, mas a esposa do protagonista é assassinada, ele então parte em uma busca de vingança.

A partir de um roteiro altamente genérico, Michael B. Jordan mostra que pode protagonizar boas sequências de ação além de também dar conta do recado quando a atuação pede algo mais denso. O problema de “Sem Remorso” nem chega a ser o fato do longa querer dar destaque absoluto ao seu protagonista, mas sim o fato de fazer tudo o que gira ao redor do personagem ser menor.

A produção não faz o mínimo esforço em tentar surpreender o espectador, praticamente toda a evolução da trama pode ser antecipada, o interesse do filme é apenas em cativar o público com cenas de ação, mas até nesse ponto o filme se contenta em ser uma produção B.

A Amazon agora possui os direitos dos dois principais personagens da obra de Tom Clancy, o que deixa margem para especulações, se o John Clark de Michael B. Jordan irá se encontrar com o Jack Ryan vivido por John Krasinski, o problema talvez seja como conciliar o universo da série Jack Ryan, que se leva mais a sério, com o que foi mostrado no filme “Sem Remorso” que está mais para a franquia cinematográfica “John Wick” do que para séries do tipo “Homeland” ou “24 Horas”.

Siga a página Televisão
Seguir
Siga a página Cinema
Seguir
Siga a página Opinião
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!