O ator Brad Pitt era o favorito ao prêmio de Melhor Ator Coadjuvante na última edição do Oscar, que foi transmitida durante a noite de domingo (9). Até a ocasião, o ator de 56 anos de idade nunca havia conquistado uma estatueta.

Entretanto, isso mudou na última noite, quando Brad se consagrou como vencedor por seu trabalho filme "Era Uma Vez Em.. Hollywood", dirigido por Quentin Tarantino. De acordo com informações do jornal O Globo, o que reforçava todo o favoritismo em torno de Brad Pitt era o fato de que ele havia vencido vários dos principais prêmios da temporada de 2020, como o SAG, o Globo de Ouro e o BAFTA.

Também se mostra válido destacar que devido à sua boa trajetória ao longo da temporada, Brad investiu pesado em uma campanha para vencer o Oscar. De acordo com o site Vulture, ainda na última sexta-feira (7), o ator contratou alguns redatores para ficarem responsáveis por todos os discursos que ele faria na temporada de premiações.

Segundo o jornal O Globo, essa ajuda profissional recebida pelo ator demonstra de onde vieram as suas piadas, precisas, ao longo de todos os discursos que ele precisou fazer até o presente momento.

Relembre os discursos de Brad Pitt

Ainda durante o Globo de Ouro, Brad aproveitou a ocasião para agradecer ao ator Leonardo DiCaprio, com o qual trabalhou em "Era Uma Vez Em...

Hollywood". Na ocasião, o ex-marido de Angelina Jolie aproveitou para mencionar "Titanic", filme que alçou DiCaprio ao sucesso e afirmou que caso ele estivesse no lugar de Rose (Kate Winslet), teria dividido a tábua com Leonardo, fazendo referência à cena da morte de Jack no filme citado.

Essa piada foi baseada em um debate que sempre acontece entre os fãs de Titanic.

De acordo com algumas pessoas, a tábua que Rose usa para se salvar acomodaria perfeitamente Jack ao lado da protagonista do filme, de modo que ele não precisaria ter morrido congelado para que sua amada sobrevivesse.

Além disso, Brad Pitt ainda aproveitou a ocasião para fazer piada com a sua própria vida amorosa, que vem sendo alvo de especulação de tabloides desde que o casamento do galã com Angelina Jolie chegou ao fim.

O ator não levou uma acompanhante para o Globo de Ouro e usou o seu discurso para explicar o motivo de ter feito isso. Novamente apostando em uma piada, Brad Pitt destacou que gostaria de ter levado a sua mãe para dividir esse momento com ele.

Entretanto, desde o divórcio, sempre que ele aparece ao lado de alguma mulher, imediatamente os jornais sensacionalistas dizem que ele está namorando, o que seria esquisito nesse cenário. É possível destacar que, ainda nessa premiação, boatos de que ele estaria se reaproximando de Jennifer Aniston começaram a circular.

Siga a página Famosos
Seguir
Siga a página Cinema
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!