A Polícia Civil do Rio de Janeiro iniciou uma investigação para apurar uma denúncia, sem identificação, contra o youtuber Felipe Neto, que afirma que o indiciamento foi feito sem qualquer suspeita. O influenciador está sendo acusado de ter divulgado imagens inapropriadas para crianças que acompanham seu canal no YouTube.

Felipe Neto usou seu perfil no Twitter para comentar sobre o assunto e garantiu que não está intimidado com a questão.

O influenciador começou dizendo que fazia questão de que o assunto chegasse ao conhecimento de todos seus fãs, e em seguida diz que um delegado acabou lhe indiciando com base em uma denúncia, que segundo ele, foi feita por grupo adeptos de Bolsonaro.

Ele diz também que o delegado não fez uma investigação mais aprofundada para chamá-lo para depor.

Neto ainda disse que deposita toda sua confiança na Justiça, que já previa que evento semelhante aconteceria, e que está totalmente tranquilo com a situação. Segundo afirma, colaborou durante o depoimento e garante que não cometeu crime nenhum.

O portal UOL buscou mais informações e confirmação do caso com a Delegacia de Repressão a Crimes de Informática (DRCI). Eles confiraram ao site a a denúncia e, por meio de nota, a polícia afirma que o influenciador está sendo indiciado por suposta Corrupção de menores.

De acordo com a Justiça, as investigações iniciaram depois do Ministério da Justiça analisar imagens e expedir ordem para interrogar o acusado sobre os conteúdos em questão.

Um dos pontos levantados é que, além da divulgação do material considerado impróprio para crianças, Neto não ativou a restrição do conteúdo.

Felipe Neto recebeu críticas por seus conteúdos

Felipe Neto é um dos maiores youtuber dentro da plataforma e possui um grande público entre crianças e adolescentes.

Com um canal de tamanha audiência, é preciso ter muito cuidado com o conteúdo que é divulgado e as palavras que são usadas durantes os vídeos, pois sem dúvida exerce-se uma grande influência nos seguidores.

Recentemente foram compartilhados vídeos em que Neto fala alguns palavrões obscenos. Os adeptos da ação estavam indignados com a postura do rapaz e tinham como objetivo conscientizar os pais de crianças que seguem o canal de Neto no YouTube.

O influenciador vem sempre debatendo com alguns bolsonaristas sobre os seus conteúdos, porém os apoiadores do presidente acreditam que seu material não faz bem para crianças devido à linguagem usada. No entanto, Neto afirma que não tem intenção de sexualizar as crianças.

O próprio Presidente Bolsonaro (sem partido) também já criticou os conteúdos e comportamentos do Youtuber nos vídeos divulgados por ele. Inclusive, dirigentes e coordenadores de uma escola no Distrito Fderal alertaram aos pais dos alunos sobre os vídeos divulgados por Neto.

Siga a página Famosos
Seguir
Siga a página Polícia
Seguir
Siga a página Corrupção
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!