Desde o rompimento na última sexta-feira (25) da barragem do Córrego do Feijão, operada pela Vale em Brumadinho, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, a principal preocupação das autoridades, em especial do Corpo de Bombeiros, é o resgate de vítimas com vida. A busca por corpos também tem sido uma prioridade, já que a esperança de haver sobreviventes no mar de lama é muito difícil.

Para ajudar nas buscas, um grupo de israelenses com toneladas de equipamentos desembarcou no Brasil e já está em Brumadinho.

Os equipamentos de última geração já foram usados em resgates difíceis, como aquele que ficou conhecido como "os meninos da caverna", na Tailândia. Entretanto, antes mesmo da chegada dos especialistas israelenses, os bombeiros fizeram um resgate difícil.

Na tarde de sábado (26), três sobreviventes foram avistados por helicóptero em uma caminhonete ilhada na lama. Bombeiros seguiram por terra ao local para efetuar o resgate. As vítimas foram enviadas ao Hospital João XXIII, em Belo Horizonte.

Comandante de tropa israelense desembarca em Brumadinho

O comandante das tropas de Israel, que darão apoio aos oficiais brasileiros em Brumadinho, já chegou ao Comitê de Crise do município, no início da tarde deste domingo (27). À noite, os demais 136 militares desembarcam no Aeroporto Internacional de Confins. Serão mais de 15 toneladas de equipamento que chegarão ao local. A equipe de Israel será chefiada por Yossi Shelley, que é o embaixador do país árabe no Brasil.

A missão já era aguardada desde que, no último sábado, o presidente Jair Messias Bolsonaro avisou que o primeiro-ministro do país, Benjamin Netanyahu, ofereceu ajuda ao Brasil.

Vai ficar por fora de assuntos como este?
Clique no botão abaixo para se manter atualizado sobre as notícias que você não pode perder, assim que elas acontecem.
Natureza

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo