Neste último domingo, 3 de março, na zona norte do Rio de Janeiro, confusões envolvendo grupos fantasiados causaram mortes. Próximo à estação de trem Marechal Hermes, bandos rivais entraram na briga e trocaram tiros. Na ocasião, duas pessoas acabaram falecendo e outras quatro ficaram feridas. As informações foram dadas pelo 9° Batalhão da Polícia Militar. As vítimas ainda não foram identificadas.

O Hospital Estadual Carlos Chagas recebeu os feridos. O jornal Extra conta que um homem, que preferiu não ser identificado, disse que seu familiar estava no Carnaval curtindo a festa quando foi atingido: "fico muito triste com isso.

As pessoas não podem nem se divertir, que acontecem coisas como essa".

Segundo um outro parente de um ferido, o grupo que foi atingido por tiros é o bate-bola "Camélia". Segundo o familiar, o grupo rival que os atacou foi o "Cobras".

Outra tragédia ocorreu em Rocha Miranda, um homem que estava embriagado atropelou cinco pessoas por cerca de 100 metros. Entre os feridos, estão um bebê de apenas 11 meses e uma criança de 3 anos. A Polícia Militar notificou que o motorista foi preso em flagrante, porém foi espancado e também estava ferido. A 27° DP está investigando o caso. Nas redes sociais circulou um vídeo do momento do acontecimento, é possível ver o veículo avançando sobre os "bate-bolas", causando tumulto e gritaria.

A PM disse que ainda há possibilidade de haver outros feridos, que conforme o decorrer desta segunda-feira (4), venham a aparecer.

O motorista irá responder pelo crime ou como tentativa de homicídio doloso ou então homicídio culposo. Uma audiência de custódia está marcada para esta segunda.

O aplicativo "Onde tem Tiro" divulgou os vídeos, tanto do momento do atropelamento pelo motorista como o da briga entre os bate-bolas rivais.

Fantasia 'bate-bola'

A fantasia chamada "bate-bola" é uma roupa que cobre todo o corpo e rosto.

É tradicional do Carnaval do Rio de Janeiro. Na fantasia, há nas mãos bolas de ar presas, com isso, o carnavalesco tem a possibilidade de assustar pessoas ao redor quando estoura a bola. Entretanto, há grupos rivais, o que causa brigas e rivalidade na festa.

Blocos de Carnaval no Rio de Janeiro

A farra carnavalesca no Rio de Janeiro se inicia de manhã e termina apenas de noite.

Nesta segunda-feira, os blocos que iniciam as brincadeiras às 12h no Rio, são: "Que pena, amor", "Dinossauros Nacionais" e "Sem Noção". Respectivamente, os encontro dos dois primeiros ocorrem no centro do Rio e o terceiro ocorre na Lapa.

Siga a página Polícia
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!