A jovem Isabella Miranda de Oliveira, de 19 anos, não resistiu aos ferimentos causados após o namorado, identificado como William Felipe de Oliveira Alves, de 21 anos, ter ateado fogo no quarto em que ela estava, de acordo com informações da Polícia Civil, e morreu nesta quarta-feira (7).

O caso aconteceu na cidade de Franco da Rocha, Região Metropolitana de São Paulo, no domingo (3). Isabella curtia o domingo de Carnaval ao lado do namorado e de amigos em um sítio. Durante o churrasco, ela bebeu demais e acabou passando mal.

Isabella foi então descansar em um dos quartos do local onde estava. A jovem trajava biquíni e teria sido coberta com um lençol por amigos.

De acordo com informações de testemunhas, ela teria sido encontrada pelo namorado, em um dos quartos localizados no andar superior do imóvel, acompanhada do cunhado de seu namorado, que tem 23 anos e não teve a identidade revelada.

Revoltado com a situação, William agrediu os dois. Em seguida, segundo o boletim de ocorrência, ele ateou fogo no quarto e empurrou a namorada sobre um colchão que pegava fogo. Isabella e o cunhado do acusado foram socorridos e encaminhados para o Hospital Estadual de Francisco Morato.

A jovem de 19 anos teve 80% do corpo queimado, ficou três dias internada e teve a morte por falência múltipla dos órgãos decretada pela equipe médica do HE de Francisco Morato.

Boletim de ocorrência

Nas redes sociais, a morte de Isabella tem suscitado grande debate acerca do que realmente aconteceu no quarto da casa.

O boletim de ocorrência não deixa claro se ela foi estuprada, embora essa seja uma das hipóteses mais fortes.

No boletim registrado há também a possibilidade de que a relação tenha sido consensual, ou seja, Isabella não tenha sido forçada a ter relações com o cunhado. Pesa contra essa hipótese o fato de ela ter sido levada bêbada para o quarto e ter sido deixada dormindo pelos amigos que a acompanharam até o cômodo.

De acordo com informações, após o crime, o namorado da vítima tentou fugir do local, mas foi impedido pelo caseiro. A polícia apreendeu duas facas no sítio. William foi preso por suspeita de homicídio e teve a prisão temporária decretada. Em seguida, foi convertida em prisão preventiva.

A jovem teria ficado bêbada na festa ao qual foi convidada por amigos devido a um jogo de desafios que consistia em ingerir bebidas alcoólicas caso não conseguisse realizar o desafio proposto.

Não foram divulgadas informações sobre local e horário do velório e enterro do corpo de Isabella.

Siga a página Polícia
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!