Segundo informações do site G1, o Projeto Guri, veiculado à Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo, confirmou que existe a possibilidade de fechar dezenove de seus polos que funcionam na região de Presidente Prudente e que seus funcionários entraram em aviso prévio na última sexta-feira (29).

Segundo relatou a Associação Amigos do Guri ao site G1, até o momento não houve recebimento de recursos por parte da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Governo do Estado de São Paulo, que é a principal mantedora desse projeto.

Publicidade
Publicidade

A entidade ainda afirmou que há um estudo preliminar que indica a necessidade de um possível fechamento de 19 polos que existem na região de Presidente Prudente. De acordo com a coluna da jornalista Mônica Bergamo, do jornal Folha de S. Paulo, o fechamento afetaria 650 funcionários e fechar 31 mil vagas. No entento, mesmo com os funcionários estando de aviso prévio, a entidade diz que está em negociação com a Secretaria para reverter essa situação.

Publicidade

Segundo o jornal G1, a Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo informou que, referente à pasta, “o impacto do contingenciamento nos programas, instituições e ações está sendo avaliado”. A Secretaria relatou também “as metas são minimizar as consequências e buscar mais eficiência e mais eficácia".

A Secretaria afirma que reuniões estão sendo feitas individualmente com cada uma das dezoito organizações sociais administradas pelo Governo, incluindo o Projeto Guri, para definir as prioridades e ajustes necessários para os projetos.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Governo Educação

Programa Cultural Projeto Guri

O Projeto Guri, que é mantido pela Secretaria de Cultura do Estado de São Paulo, é uns dos maiores projetos socioculturais do Brasil atualmente. O programa oferece, nos períodos de contraturno na escola, vários cursos de iniciação musical, como: luteria, coral, tecnologia musical, aprendizado de instrumentos de cordas dedilhadas, instrumentos de sopro etc. Esses cursos são para crianças e adolescentes entre seis a dezoito anos e até 21 anos, para Grupos de Referência e na Fundação Casa.

O Projeto abriga, atualmente, cerca de 50 mil alunos por ano em 400 polos que existem e que estão distribuídos por todo o Estado. Além de receberem ajuda das prefeituras locais, o Projeto também conta com instituições que estão interessadas em fazer investimento na Amigos do Guri, que contribui para um desenvolvimento integral das crianças e também dos adolescentes atendidos.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo