Casos que envolvam violência dentro de sala de aula ganham no Brasil cada vez mais repercussão. Depois de verdadeiras chacinas cometidas no Rio de Janeiro, em Goiânia e mais recentemente em Suzano, cidade paulista, alguns alunos já vivem em estado de alerta. Apenas em Suzano, o massacre mais recente, oito pessoas foram mortas, sendo cinco alunos, duas funcionárias da escola, além do tio de um dos assassinos.

Publicidade
Publicidade

Sem contar ainda com os dois bandidos que provocaram o fato, que também morreram na oportunidade.

Desta vez, um adolescente de 14 anos de idade, segundo a Polícia, é o principal suspeito de ter esfaqueado um professor na região oeste do Paraná, na última terça-feira (23). O crime aconteceu em uma escola do município de Formosa do Oeste.

Jovem é suspeito de esfaquear professor

O fato que deixou o professor ferido aconteceu dentro da própria sala de aula da escola, durante uma aula de português, matéria que a vítima lecionava.

Publicidade

Segundo ainda a polícia, o rapaz suspeito de acertar o professor teria fugido do local em uma motocicleta. Pouco tempo depois do crime, o aluno foi localizado pela Polícia Militar mas, por ser menor, foi apresentado à polícia na presença de um familiar, no caso, a mãe.

A informação é que o professor, que foi atingido na perna, foi imediatamente socorrido. O acadêmico foi levado a um Pronto Socorro de uma unidade de saúde do próprio município e passa bem. Entretanto, a vítima de 50 anos, Sérgio Vesc, precisou passar por uma cirurgia e não tem previsão de alta.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Polícia

Secretaria do estado se pronuncia

Em nota, a Secretaria de Educação do Paraná se pronunciou lamentando o fato ocorrido em uma unidade educacional e ainda afirma que está acompanhando o caso de perto, por meio de uma unidade estadual ligada ao órgão de educação, além da ouvidoria. O professor também está sendo assistido, bem como os funcionários, pais e alunos que viveram o momento de pânico dentro da escola Antônio Franco Ferreira da Costa.

A nota do estado ainda é finalizada com a notícia de que a Polícia Civil do estado está investigando o fato ocorrido e diz lamentar a situação que aconteceu no município de Formosa do Oeste.

O aluno

Segundo informações posteriores, o jovem tem apenas 14 anos e é aluno do 8º ano, segundo a escola. De acordo com a PM, a situação aconteceu dentro de uma das salas do colégio. A direção também confirmou que o rapaz não gostava de ser repreendido e não costumava cumprir as regras impostas pelos educadores e direção da escola.

Publicidade

Ele estuda há cerca de 4 anos no estabelecimento e, neste período, a mãe já havia sido chamada na escola, mais de uma vez, por conta do comportamento de seu filho.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo