Um crime brutal ocorreu na última terça-feira (25), em Paulista, na Grande Recife. Segundo informações da Polícia Civil, uma jovem foi vítima de tortura, espancamento e assassinato por duas jovens, ambas teriam 15 anos de idade. As adolescentes foram apreendidas pela polícia horas após cometer o crime contra a adolescente de 14 anos. Ainda de acordo com a Polícia Civil, as adolescentes teriam registrado toda a agressão através de vídeo e compartilhado nas redes sociais. A motivação do crime seria passional, resultante de ciúmes, já que o delegado responsável pelo caso teria constatado que a vítima seria ex-namorada de uma das adolescentes que tiraram sua vida.

Agressões e tortura

Segundo o site G1, o crime teria ocorrido na Praia de Maria Farinha, em Recife. As adolescentes teriam torturado a garota através de golpes de socos, pontapés, facadas, além de terem tentado afogar a jovem no mar. De acordo com informações do delegado Augusto Cunha, que realizou as investigações iniciais no local do crime, a duas adolescentes responsáveis pelo assassinato manteriam um Relacionamento amoroso: "A outra, que aparece no vídeo praticando a maioria das agressões, seria atual da outra agressora", disse o policial que afirmou que as informações seriam preliminares e ainda seriam confirmadas.

Nas imagens de vídeo que circulam na internet, é possível ver a vítima sendo brutalmente espancada pelas adolescentes. A jovem vestia uma camisa da Rede Pública de Ensino de Recife, que aparece parcialmente ensanguentada devido às agressões recebidas.

Ao serem encontradas pela polícia, as adolescentes agressoras foram levadas à Delegacia de Maria Farinha, onde o delegado Àlvaro Muniz teria colhido seus depoimentos. Segundo a polícia, o crime teria ocorrido na parte da manhã da última terça (25), e as adolescentes teriam sido localizadas na parte da tarde do mesmo dia. As responsáveis pelo crime, por serem menores de idade, teriam sido autuadas em flagrante por ato infracional comparado a homicídio.

Compartilhar imagem de pessoas mortas é crime

Prática que está se tornando rotineira, o vídeo da adolescente sendo tortura e morta na última terça-feira (25), vem sendo amplamente divulgado e compartilhado nas redes sociais. Cabe lembrar que tal ato é tipificado como crime em nosso Código Penal Brasileiro, Segundo o site Canal Ciências Criminais, todo o indivíduo que registrar, publicar ou compartilhar imagens ou vídeos que exponham cadáveres poderão responder pelo crime de Vilipêndio de Cadáveres, previsto no artigo 212 do Código Penal.

Portanto, as imagens e vídeos de pessoas sem vida, que forem registradas ou compartilhadas no intuito de menosprezar o cadáver, serão repelidas através de responsabilização cível ou criminal.

Siga a página Polícia
Seguir
Siga a página Relacionamento
Seguir
Siga a página Curiosidades
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!