Heloisa Passarello decidiu postar nesta quinta-feira (26), através das redes sociais, um pedido de desculpas para a amiga Mariana Bazza. Ela teria sido a última pessoa próxima a Mariana a vê-la antes do desaparecimento e assassinato da jovem. O sepultamento da universitária, de 19 anos, aconteceu nesta quinta-feira (26), sob forte comoção de familiares, amigos e moradores da cidade dela, Bariri, no interior de São Paulo.

No texto publicado no Facebook, Heloisa disse que achou "estranho" aquele homem ter oferecido a ela ajuda para trocar o pneu. Vale ressaltar que as duas, na terça-feira (24), pela manhã, saíram juntas da academia.

No entanto, ela foi embora de moto, e Mariana acabou ficando e aceitando a ajuda do rapaz para trocar o pneu. Preso pela polícia, o suspeito teria confessado que assassinou a jovem e depois voltado atrás, negando a autoria do crime. Segundo a Polícia, ele afirma agora que houve uma terceira pessoa envolvida no assassinato da universitária.

Na postagem, Heloisa pede desculpas a Mariana por não ter ficado com ela naquele momento. Ela disse que também não alertou a amiga do perigo, já que teria achado estranho a ajuda oferecida pelo homem. Segundo ela, muitas coisas poderiam ter acontecido para evitar que Mariana morresse. Heloisa disse que poderia ter sugerido que a amiga fosse embora com o pneu murcho, pois daria tempo de chegar em casa. Ela pediu desculpas por não ter retornado para ver se estava tudo bem e por não ter desconfiado daquele homem minutos antes.

Agradecimentos

Heloisa também agradeceu a amiga por todos os momentos que passaram juntas. Conforme suas declarações, ela agradeceu Mariana pelos conselhos, pela ajuda nas matérias escolares, por explicá-la as partes do corpo que ficavam doloridas após os treinos na academia, ou seja, por todos os momentos bons e ruins em que esteve ao lado dela.

No velório, Heloisa afirmou que não conseguia parar de se culpar por não ter estado junto com a amiga naquele momento em que o homem se prontificou a ajudá-la na troca do pneu.

A amiga contou que vários foram os momentos passados com a amiga e que ficarão registrados em sua memória e jamais deletados. Ela disse que nunca vai esquecer o último momento em que estiveram juntas, na qual as duas estavam se divertindo muito na hora do alongamento final porque Heloisa tinha espirrado desodorante na blusa e tinha uma marca como se fosse de suor.

Mariana teria brincado com isso e feito gesto de "fedo".

Heloisa ainda disse que na terça (24), dia do assassinato de Mariana, as duas saíram da academia contentes e marcando o próximo encontro na quinta (26). Entretanto, ela jamais imaginava que seria da forma como foi, no sepultamento dela.

Siga a página Polícia
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!