Uma Mulher de 24 anos estava em um carro com o marido e a filha recém-nascida, de apenas 30 dias de vida. O casal começou a discutir após os dois terem feito uso de cocaína e bebida alcoólica. No meio da discussão, a mulher pulou do carro em movimento com a bebê nos braços. O episódio aconteceu na cidade de Três Lagoas, Mato Grosso do Sul. A mulher foi presa na noite do último sábado (5).

Polícia confirma uso de álcool e drogas pelo casal

Segundo a Polícia Militar, o casal estava efeito de entorpecentes e álcool.

Os dois teriam começado uma briga dentro do veículo e, de repente, a mãe da criança, que estava com ela nos braços, abriu a porta do carro e pulou com ele ainda em movimento.

O homem acusou a sua esposa de ter posto a vida da criança em risco e ainda afirmou que a mulher teria pulado do veículo segurando o bebê pelos braços e pernas. O pai da criança disse que ela bateu a cabeça no vidro antes de cair no chão com a mãe.

O pai da criança informou ainda que foi apenas uma discussão, não houve agressão física e ele ainda tentou impedir a jovem de se jogar do carro em movimento com a filha do casal.

Após o acidente, o homem teria parado o carro, e a discussão com a mulher continuou mesmo com a bebê de apenas 30 dias estando ferida. Pessoas que presenciaram a briga do casal resolveram intervir e pegar a criança para que pudesse receber atendimento médico.

Enquanto a pequena criança estava sendo encaminhada à UPA (Unidade de Pronto Atendimento) com hematomas nas pernas e manchas vermelhas pelo corpo, a mãe foi presa, sob risco pegar de 3 meses até 1 ano de prisão por colocar a vida da criança em risco.

A unidade não quis divulgar o estado de saúde da criança. O Conselho Tutelar também foi acionado após o ato, que poderia ter resultado na morte da criança.

O Conselho Tutelar decidiu que a garotinha não deve permanecer sob os cuidados dos pais, que se mostraram negligentes com a segurança e bem-estar dela. A guarda provisória será passada aos avós da criança, e a mãe permanece presa.

Siga a página Polícia
Seguir
Siga a página Mulher
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!