Após invadir completamente nu a casa de uma idosa e ameaçá-la, um homem de 62 anos acabou sendo esfaqueado na altura do peito. O inusitado caso foi registrado no último sábado (7), no Jardim das Palmeiras, em Campo Novo do Parecis, cidade que fica a 397 quilômetros de Cuiabá, em Mato Grosso.

De acordo com informações que constam no boletim de ocorrência, o suspeito, que não teve sua identidade divulgada, aparentemente transtornado entrou sem roupas na casa da idosa, de 75 anos, da qual era inquilino.

Segundo a Polícia, ele questionou se ela nunca havia visto um homem sem roupa e ainda passou a ameaçar de morte tanto ela quanto sua família.

Assustada, a mulher passou a gritar por socorro e o filho correu até o local para ver o que estava acontecendo e se deparou com o inquilino nu. Ele pegou uma faca e golpeou o invasor. O suspeito mora no mesmo quintal que a idosa. Crianças estava na casa e teriam presenciado a cena.

Costuma chegar bêbado e tirar a roupa

A idosa relatou aos policiais que o inquilino tem o costume de chegar na casa embriago e fica sem vestimentas na frente dela e de crianças que moram no local.

Ela seguiu dizendo que neste final de semana havia extrapolado os limites. No momento em que invadiu a casa da mulher, ele novamente estava sob efeito de álcool.

O invasor foi socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e levado a um hospital. De acordo com o médico que lhe prestou atendimento, o corte foi superficial e ele está fora de perigo. Mãe e filho foram ouvidos pela polícia e posteriormente liberados.

A identidade deles também não foi divulgada pela polícia.

Objetos presos no dedo

O Corpo de Bombeiros de Mato Grosso foi acionado no último sábado (9) para atender duas ocorrências curiosas e semelhantes, envolvendo um homem e uma criança, que ficaram com objetos presos ao dedo e precisaram de atendimento médico.

Um dos casos foi registrado na cidade de Nossa Senhora do Livramento, que fica a 42 quilômetros de Cuiabá.

Um homem estava trabalhando quando por acidente acabou martelando o dedo polegar. O problema é que nesse dedo ele usava um anel de metal que amassou. Com o membro inchado e machucado, ele procurou um hospital e o anel foi removido. Após ser medicado, o homem foi librado.

Já em Guarantã do Norte, cidade que fica a 721 quilômetros da capital, uma criança de sete anos estava brincando com a maçaneta da porta. Com a utilização de ferramentas do pai da criança e também do Corpo de Bombeiros, o objeto, feito em inox, foi serrado sem causar ferimentos.

Em casos como este é comum que o Corpo de Bombeiros seja acionado, uma vez que a corporação possui ferramentas adequadas para lidar essas situações sem deixar sequelas nas vítimas.

Não perca a nossa página no Facebook!