Com mortes surgindo diariamente no Brasil em decorrência do novo coronavírus, muitos brasileiros ainda encontram dificuldades para buscar informações sobre prevenção da doença que já matou milhares em todo o mundo.

De acordo com algumas informações apuradas pelo portal UOL, uma família não consegue ajuda sobre o respectivo assunto, tendo em vista que a diarista Evelyn Cristina, de 24 anos, e seu companheiro, identificado como Josué Antunes, de 35, não possuem televisão e nem aparelhos celulares. O casal também possuí um filho de 5 anos.

Por conta do desemprego, Evelyn e Josué não conseguem comprar celulares e nem televisões para ficarem informados dos problemas que afetam o Brasil.

"É situação desesperadora, tenho medo de sair na rua por tudo, por causa do vírus. Ainda bem que a comunidade aqui é unidade, um ajuda o outro, assim ficamos sabendo de todas as informações necessárias", comentou a diarista.

No Brasil, segundo dados da Anatel, 17% da população não têm acesso a qualquer tipo de tecnologia móvel.

Coronavírus e problemas mundiais

Diariamente, pessoas são mortas pelo coronavírus. De acordo com últimos dados fornecidos pela OMS (Organização Mundial da Saúde), cerca de 207 mil pessoas foram vítimas fatais em todo o mundo e cerca de 2,97 milhões de casos foram confirmados com a doença. Diante de tais dados, muitos países realizam medidas extremas para que o coronavírus não continue deixando mais vítimas.

No Brasil, autoridades governamentais declararam situação de emergência, onde algumas medidas teriam que ser tomadas para que a população brasileira não sofra diretamente com a doença.

Alguns estados estão distribuindo gratuitamente itens de higiene, tendo como exemplo: máscaras e até mesmo potes de álcool em gel.

Segundo os dados do Ministério da Saúde, foram registradas 4.271 mortes, 30.152 pessoas que conseguiram se recuperar da doença e 62.859 casos confirmados. Pelo fato de ainda não haver cura para a doença, agentes da saúde continuam ressaltando a importância da colaboração da população brasileira.

Diariamente, boletins informativos são divulgados pelas redes sociais, pois é o meio de informação mais utilizado pelos brasileiros.

Siga a página Coronavirus
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!