“Fiquei comovido e sensibilizado com a preocupação do Papa”, disse o Cardeal Arcebispo de São Paulo e Região Metropolitana, dom Odilo Pedro Scherer, que recebeu ligação do Papa Francisco na manhã deste sábado (9). Dom Odilo classificou este gesto do papa Francisco como objeto bonito e de grande conforto para com todos. Segundo dom Odilo, Papa Francisco perguntou como estão todos em São Paulo no enfrentamento da pandemia da Covid-19.

O cardeal disse a ele que por enquanto estamos bem, mas com muita gente doente e muitos já morreram. Francisco então teria dito ao cardeal arcebispo que está acompanhando a situação da pandemia em São Paulo, expressando tristeza porque tantas pessoas estavam doentes e perdendo suas vidas.

Dom Odilo acrescentou que o pontífice ainda teceu comentários sobre a manifestação do novo coronavírus em outros lugares, destacando ainda sua preocupação com os pobres e as periferias, pois nem sempre eles possuem as devidas condições de higiene para barrar a contaminação dessa doença.

Dom Odilo se comove com ligação do Papa

Autoridade eclesiástica em São Paulo, Dom Odilo Scherer salientou sua surpresa com a ligação do Papa Francisco, dizendo que estava rezando por nós. O Papa disse a dom Odilo que estava enviando de Roma suas orações, bem como bênção apostólica e o conforto a todas as famílias atingidas de alguma forma pela pandemia do novo coronavírus.

A revista Veja informa que a ligação do Papa Francisco ocorreu por volta das 11h40 deste scábado, para o celular do Arcebispo de São Paulo, Dom Odilo Pedro Scherer.

A Veja também reforça a preocupação de Francisco pelos doentes da Covid-19 em São Paulo, bem como o aumento do número de vítimas, e sua solidariedade rezando por todos. Neste último dia 10 de maio, as secretarias estaduais de Saúde brasileiras registravam 161.63 casos confirmados do novo coronavírus e 11.040 mortes.

O estado do Amazonas concentra 13 das 20 cidades mais infectadas com a Covid-19.

Segundo o G1, das 20 cidades com maior número de mortes e casos confirmados do novo coronavírus, 18 encontram-se nas regiões Norte e Nordeste do país. Balanço do Ministério da Saúde divulgado no sábado (9) registra 155.939 casos confirmados e 10.627 falecimentos.

Ainda segundo o G1, São Paulo aparece com 43.097 casos da doença e 3.514 mortos, além de a contaminação atingir 391 cidades, até esta data, 10 de maio.

De números como estes resultam a preocupação do Papa Francisco e das autoridades brasileiras de saúde. Para tentar conter o alastramento da doença, o prefeito de São Paulo, por exemplo, começa implantar um rodízio de veículos mais restrito a partir desta segunda-feira (11).

Siga a página Religião
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!