Um crime bárbaro chocou a população da cidade de Colorado do Oeste, em Rondônia. Um casal que alugava um imóvel para uma família foi morto de forma cruel no último domingo (05), após ser atraído pelo inquilino até o imóvel locado.

Morte da dentista Dionélia Gioacometti

Através de uma coletiva de imprensa ocorrida nesta quarta-feira (08), o delegado Núbio Lopes relatou detalhes do crime que tirou a vida da dentista Dionélia Gioacometti e do seu marido Eldon Mai. Segundo o delegado, o homem atraiu a Mulher até o imóvel no domingo pela manhã, alegando que estava ocorrendo um vazamento de água.

Assim que a mulher chegou ao local, ela foi atacada pelo homem, que usou uma camiseta rasgada para amordaçá-la.

A idosa tentou se debater e gritar, quando o inquilino pegou uma corda e deu uma volta em seu pescoço, estrangulando-a. O homem teria feito torniquete nos dedos polegares e indicadores da vítima, e usando uma faca cortou os dedos de ambas as mãos. A intenção do criminoso era fazer saques na conta da mulher, no Banco do Brasil, usando a sua biometria.

O homem teria ido até a casa da vítima e vasculhado bolsas e cômodas em busca dos cartões de crédito e débito. O suspeito colocou os dedos da mulher no bolso e foi até uma agência bancária em Vilhena, onde tentou por diversas vezes sacar dinheiro da conta da mulher, digitando a senha da vítima. Enquanto o homem tentava sacar o dinheiro, sua mulher esperava dentro do carro, do lado de fora do banco.

Como não conseguiu sacar o dinheiro, o inquilino voltou até a casa locada.

Morte do marido da dentista

Após não conseguir sacar dinheiro da conta de Dionélia, o homem voltou para o imóvel e por volta das 15h atraiu o marido da idosa até o local, usando a mesma desculpa do vazamento de água. Eldon Mai chegou ao imóvel e foi golpeado na nuca com o cabo de uma enxada.

Depois que tirou a vida do casal de idosos, o homem levou os corpos das vítimas até a cidade de Chupinguaia, enterrando-os próximo a uma rodovia, em covas separadas. O suspeito foi preso na última terça-feira (7), após ser abordado pela Polícia Rodoviária Federal em um veículo.

Segundo o delegado, no veículo se encontravam o suspeito, uma mulher e uma criança de 10 anos.

Ao fazer a abordagem, os policiais constataram que o carro estava registrado no nome de Dionésia e ao ser questionado pelos agentes, o suspeito confessou o crime contra o casal de idosos e disse que a intenção era roubá-los.

O casal foi preso pela polícia e levou as autoridades até o lugar onde os corpos das vítimas estavam enterrados. Ao chegar no local em Chupinguaia, o primeiro corpo a ser localizado foi o da dentista e em seguida o do marido. O suspeito confessou ter cometido o crime para a polícia, já a mulher que foi presa junto com ele ainda não foi interrogada. A criança de 10 anos, que foi encontrada com o casal no carro, foi encaminhada ao Conselho Tutelar.

Siga a página Polícia
Seguir
Siga a página Mulher
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!