O desaparecimento de uma mãe e seu bebê de apenas três meses registrado há exatamente uma semana teve um desfecho bastante triste. Josiele Lopes, de 36 anos, e seu bebê de 3 meses foram encontrados enterrados durante a madrugada desta quarta-feira (23), na cidade de Rio dos Cedros, em SC.

O caso

De acordo com o delegado Diogo Medeiros, o ex-companheiro de Josiele foi preso também nesta madrugada. Segundo a Polícia, o homem relatado que envenenou uma carne que a vítima consumiu um pouco antes de dar de mamar e em seguida revelou onde havia ocultado os cadáveres. Ainda de acordo com o delegado, o crime ocorreu no mesmo dia em que ambos foram dados como desaparecidos, no último dia 15 de setembro.

O suspeito e Josiele se relacionaram por um ano. No momento do desaparecimento, a mulher estava em um novo relacionamento, fato este que teria chegado ao conhecimento do ex-companheiro. Por não aceitar o término e menos ainda a nova relação, o homem teria decidido cometer o crime. O delegado afirma que a motivação foi exatamente esta, não aceitar que Josiele tivesse um novo relacionamento.

Desaparecimento

Segundo o delegado, o homem teria preparado o veneno e colocado na carne, e o bebê mamou logo em seguida. Instantes depois a mãe começou a passar mal, e ele, fingindo que iria socorrê-la, colocou-os dento de seu carro e seguiu para Rio dos Cedros, uma pequena cidade no interior de SC. Chegando à cidade, ele enterrou mãe e filho em uma região de mata.

O delegado acredita que ambos morreram ainda no veículo.

Medeiros relatou ainda que o crime foi premeditado, pois o homem levou os corpos para um local onde seria difícil encontrá-los, localizado uma região rural e sem moradores por perto.

Farsa

No mesmo dia do crime, em 15 de setembro, o homem usou o celular de Josiele para enviar mensagens a seus familiares, no entanto, eles desconfiaram que elas poderiam não ter sido escritas por ela.

Após enviar falsas mensagens à família, ele bloqueou todos no aplicativo. Josiele tinha mais um filho, um jovem de 17 anos, que ao perceber que a mãe não retornou e estava desaparecida procurou a polícia e registrou um boletim de ocorrência.

Diogo diz que desde o início a equipe de investigação seguiu a hipótese de que o ex-companheiro teria matado a vítima.

Após efetuarem a prisão do suspeito, segundo a polícia, ele apresentou divergências nos fatos relatados e acabou confessando a autoria do crime.

Relacionamento

O casal mantinha um relacionamento há um ano e ambos moravam em uma casa em Itapema, no entanto, a família relatou as autoridades que o relacionamento não era algo saudável. De acordo com eles, as brigas eram constantes entre os dois.

O homem será acusado de feminícidio e homicídio pela morte do bebê. Os corpos resgatados foram encaminhados ao Instituto Médico Legal (IML).

Siga a página Polícia
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!