Ramon do Vale Vicente, pai de Júlia, morreu no dia 21 de dezembro de 2019, após uma grande luta contra uma leucemia –tipo de câncer que afenta o sangue. Ramon tinha 53 anos.

Primeiro aniversário

Júlia deu um jeitinho de ter a presença do pai com ela após a sua morte. Ela guardou alguns pertences pessoais em uma caixa com muito carinho. Muito jovem, com apenas 16 anos, ela guardou o celular, algumas roupas que ainda continham o seu cheiro, cartas e o frasco de perfume que ele usava diariamente.

No dia de seu aniversário ela revirou a caixa no intuito de se sentir mais próxima dele e ao mexer em suas coisas teve uma grande surpresa, uma parte do celular do pai ainda não tinha sido explorada, esta parte era o bloco de notas.

Ao abri-lo a emoção tomou conta do coração da jovem Júlia. Ela encontrou uma lista cheia de amor e sonhos que seu pai pretendia realizar antes de morrer.

A lista

A lista inciava com a frase: "Quando eu sair do hospital eu vou...". Era a esperança e a vontade de viver estampada em um bloco de notas, eram 26 sonhos, 26 planos que ele jamais teve a alegria de completar.

Em sua lista haviam coisas simples, como uma viagem com a filha para a praia, fazer uma tatuagem com ela, reformar seu Troller, construir uma nova casa no meio do mato, uma viagem a Fátima, ver a neve em Nova York na companhia da filha, ir ao show do U2 com ela, construir a nova casa exatamente do seu jeito com um quarto todo decorado em rosa para Júlia, ajudar crianças internadas no hospital, ver a filha se formar, ensiná-la a dirigir o Troller, ajudá-la a tirar sua carteira de habilitação, fazer comidas novas para ela experimentar, pagar um botox para Fernanda (sua ex- esposa), cuidar de todas elas (de sua família), tatuar uma cruz nas costas, substituir o Troller por um carro novo e dar de presente para a filha, ver a Júlia se casar, cuidar de seus netos, realizar o máximo de coisas que puder e ficar bem velhinho até que sua filha cuide dele, aproveitar a vida ao lado de sua filha, mudar seus nomes para "Valle" com dois Ls e arrumar a casa de sua mãe.

Mensagem

A lista emocionante foi postada por Júlia em suas redes sociais. Para a filha, a lista representa uma mensagem profunda, como se fosse um recado para que possamos aproveitar as pessoas enquanto as temos e sobre as brigas constantes que existem entre adolescentes e seus pais.

Júlia frisa como perder alguém que amamos é algo muito difícil, e a lista deixa claro que viver por viver também tem o mesmo significado.

A filha ainda afirma que precisamos nos curtir mais e aproveitar cada segundo ao lado das pessoas que amamos.

Em entrevista à BBC News Brasil, a ex-mulher de Ramon, Fernanda, aproveitou o momento tão delicado para falar da importância da doação de medula óssea e de sangue, pois isso pode dar a estas pessoas que precisam a oportunidade de realizar os sonhos contidos em suas listas.

Siga a página Saúde
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!