Neste sábado (28), um jovem de 26 anos acometido por Covid-19 veio a óbito no Hospital Santa Cruz , na zona sul de São Paulo. Em nota, o Hospital diz que 'é com pesar que comunica o falecimento do jovem de 26 anos por SARS-CoV-2' provocado pelo coronavírus originário de Wuhan, na China.

De acordo com, o Ministério da Saúde, até a tarde deste sábado os dados indicavam 84 mortes por Covid-19 no Estado. Contudo, após um novo balanço foram incluídas mais dois óbitos. Um desse jovem de 26 anos e outro de um aluno da USP, de 56 anos. O número de mortes no Brasil subiu para 116, até a noite de sábado.

No Estado de São Paulo, o número de mortos por coronavírus subiu para 86.

O jovem de 26 anos estava em tratamento para Hiperuricemia (quando há presença de altos níveis de ácido úrico no sangue) e deu entrada no pronto socorro na segunda-feira (23), o qual já apresentava o estado de síndrome respiratória grave, passando a ser classificado como quadro suspeito de ter sido contaminado por coronavírus.

O jovem foi isolado e posteriormente encaminhado para fazer uma tomografia de tórax, onde foi detectado uma pneumonite viral e após um exame de PCR foi confirmado a infecção pela SARS-CoV-2, ou seja, Covid-19, segundo a nota do Hospital Santa Cruz, na zona sul de São Paulo.

No início da noite de sábado (28), com quadro de síndrome respiratória aguda grave e demais complicações provocadas pelo coronavírus, o jovem não resistiu e veio a óbito marcando assim a 86º morte no Estado de São Paulo.

São Paulo é o Estado mais atingido pelo coronavírus, Covid-19

São Paulo é o estado que tem concentrado, até o momento, o maior número de casos de Covid-19 no país. São mais ou menos 1.406 infectados com uma taxa de letalidade de 2,8%. No Brasil o número de infectados por coronavírus, até sábado (28), é de 3.904 casos confirmados.

No Brasil, o coronavírus está se propagando diariamente e preocupando especialistas.

Segundo o Ministério da Saúde, na sexta-feira (27), foram confirmados 503 novos casos. No dia seguinte (28), o número de infectados subiu para 569 casos confirmados. Os números só consideram os casos testados e confirmados positivos, não contabilizando os casos suspeitos.

Mandetta, mantém postura a favor do isolamento para conter coronavírus

O Ministro da Saúde, Henrique Mandetta, mudou o tom de suas declarações neste sábado (28). Na quarta-feira (25), o ministro tinha alinhado a sua fala à do presidente Jair Bolsonaro, que se posiciona contra o isolamento social em massa e defende apenas o isolamento de doentes crônicos e idosos acima de 60 anos.

Mandetta afirmou que se as pessoas puderem é melhor que fiquem em casa. E justificou que a medida é para evitar que o sistema de saúde sobrecarregue e com isso não aumente a letalidade por Covid-19, visto que no Brasil falta leitos e UTI em quantidade significativa para tratar pacientes com sintomas de coronavírus.

Siga a página Coronavirus
Seguir
Siga a página Governo
Seguir
Siga a página Saúde
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!