Walter Montillo, ex-Cruzeiro, acabou perdendo recentemente o pai e o avô, ambos com suspeita de Covid-19. Walter Óscar Montillo, pai do jogador, tinha 60 anos de idade, e acabou falecendo alguns dias antes de seu pai, o avô do jogador, que já tinha 91 anos. Acredita-se que ambos tenham morrido em decorrência do coronavírus.

Ambos morreram em um curto espaço de tempo entre as duas mortes, por isso acredita se tratar do vírus, isso porque o grau de contágio é alto, e ambos compunham o grupo de risco, ultrapassando a casa dos 60 anos de idade. Os corpos passaram pelo processo de exames, para que assim, seja constatado a causa da morte, e, caso seja confirmado o Covid-19, a informação será divulgada.

A Universidad de Chile publicou em suas redes sociais uma nota de falecimento, com seus pesares para Walter, lamentando a perda dos membros da família, e estimando melhoras nesse momento de luto em que está vivendo.

Montillo é conhecido no Brasil

Walter Montillo é ex-jogador de Cruzeiro, Santos e Botafogo no Brasil, e o clube da Toca da Raposa prestou suas condolências em suas redes sociais, mostrando o carinho pelo ex-jogador. ‘"Ficam aqui nossos votos de respeito e sentimentos neste momento de dor profunda’’, dizia a nota.

Nesse ano de 2020, foi declarado a pandemia do coronavírus, que tem um grau bem elevado de contágio, podendo ser transmitido a um metro de distância, por espirros ou tosse, e também por contato, como abraços e apertos de mão.

A OMS (Organização Mundial da Saúde) declarou a quarentena, para que em todos os países já atingidos as pessoas permanecessem em casa, para que estivessem em segurança, impedindo assim a disseminação do vírus e maior número de casos e mortes.

Já são mais de 100 mil mortes no mundo todo em decorrência da doença, e no Brasil o número vem aumentando, isso porque ainda há um fluxo de pessoas nas ruas, o que tem ajudado no contágio em alguns lugares.

Siga a página Saúde
Seguir
Siga a página Cruzeiro
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!