Na última sexta-feira (15) foi emitido um comunicado oficial através da Organização Mundial de Saúde (OMS) onde foi alertado aos profissionais de saúde para que fiquem atentos a respeito de uma nova inflamação misteriosa que tem afetado crianças e adolescentes.

A inflamação em questão, segundo a organização, pode ter algum tipo de ligação com o coronavírus que ainda não foi comprovada de fato. A doença está sendo chamada de síndrome multi-inflamatória e se parece muito com a síndrome de choque tóxico.

De acordo com o que foi dito pela Organização Mundial de Saúde, a doença é grave e é necessário que sejam tomados cuidados intensivos em seu combate.

Além disso, foi alertado que a doença pode ser fatal. Entre os sintomas que foram listados a respeito da inflamação em questão, foram especificados alergia, problemas cardíacos, problemas de coagulação no sangue, vômito, diarreia e dor abdominal.

O nome provisório para doença em questão, que está sendo usado no momento após ter sido proposto por alguns pesquisadores, é PIMS-TS, que é a sigla para o nome em inglês da doença, em algo como Síndrome Pediátrica Inflamatória Multissistêmica Temporariamente Associada ao SARS-CoV-2.

As análises preliminares que foram feitas pelos médicos e pesquisadores até o momento indicaram que a doença tem aparecido em pessoas entre 0 a 19 anos de idade no momento, que foram expostas ao novo coronavírus.

OMS liga alerta para doença

Foi alertado pela OMS para os médicos e pesquisadores ao redor do mundo todo que devem ser enviados com urgência os dados que forem coletados para que sejam usados para ajudar os pesquisares a entenderem mais a respeito da doença para que possa ser desenvolvido um tratamento adequado.

Na última quinta-feira (14) os profissionais da saúde alertaram as autoridades americanas a respeito da doença inflamatória rara e grave que estaria, até o momento, afetando apenas crianças, e que acreditava-se que estar ligada à Covid-19.

A doença foi reportada pela primeira vez no Reino Unido, em abril.

Desde então, uma centena de casos, com pelo menos três pessoas mortas, foi registrado em Nova York.

O Centro de Prevenção e da Luta Contra Doenças dos Estados Unidos (CDC) deu uma declaração na qual falou que os profissionais sanitários que trataram ou que tratam pacientes menores de 21 anos de idade, que apresentem os sintomas em questão da doença misteriosa, precisam destacar estes casos como sendo suspeitos para os sues departamentos de saúde local.

Os critérios em questão que estão sendo pedidos para serem reportados pelo CDC são a respeito da febre e inflamação em órgãos. Estes fatores podem fazer com que seja impossibilitada a realização de diagnósticos da Covid-19.

Os médicos que trataram os jovens com a doença em questão alertaram que foram observados sintomas muito semelhantes com a síndrome de Kawasaki, que afeta o sistema vascular em crianças, e que as causas até o momento são desconhecidas.

Siga a página Coronavirus
Seguir
Siga a página Saúde
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!