A dieta vegetariana basicamente segue o conceito estabelecido por aqueles que decidem excluir carnes, aves, peixes e todos os outros produtos de origem animal de sua Dieta por razões ambientais, éticas ou religiosas. A busca constante por um estilo de vida mais saudável tem permitido que a comida vegetariana atraia mais adeptos a cada dia.

Este tipo de alimentação inclui a retirada de todas as carnes do cardápio e sua substituição por outros produtos, como frutas, verduras, ovos, legumes e laticínios. A dieta vegetariana é uma decisão pessoal.

No entanto, muitos seguidores atribuem o direito de escolha a questões éticas e preocupações com o meio ambiente e, claro, cuidados de Saúde - afinal, comer carne está relacionado a certas doenças, como pressão alta, diabetes e excesso de peso.

O fato é que a diminuição do consumo diário de carne tem conquistado muitos adeptos no Brasil.

De acordo com uma pesquisa realizada pelo Ibope no Brasil, encomendada pela Associação Vegetariana do Brasil em 2018, 14% da população brasileira se declara vegetariana (cerca de 30 milhões de pessoas).

Na mesma crescente, de acordo com os dados do setor, o mercado de produtos nessa área aumentou cerca de 40% nos últimos anos. Ou seja, uma tendência está se formando nos últimos anos.

Como iniciar na dieta vegetariana

Tornar-se vegetariano não significa apenas parar de comer carne e inserir qualquer outro tipo de alimento no cardápio. É muito importante continuar a absorver os nutrientes essenciais.

Portanto, é fundamental encontrar um nutricionista para que ele possa fazer a correta orientação.

Somente especialistas profissionais podem orientar diretamente os novos hábitos alimentares de acordo com os atuais hábitos diários e estilo de vida.

Sem uma boa orientação, a dieta pode acabar levando à falta de certos nutrientes no corpo, o que pode prejudicar a própria saúde.

Vantagens da dieta vegetariana

Um alimento à base de plantas, além de reduzir o teor de gordura total, gordura saturada e colesterol, também apresenta menor densidade calórica, o que, além de favorecer a perda de peso, mantém baixos os níveis de lipídios no sangue.

Em uma dieta rica em frutas e vegetais, o teor de fibras, vitaminas e minerais deve estar dentro dos níveis recomendados. Com o alto consumo de fibras, o funcionamento normal do intestino e a sensação de saciedade também são favorecidos.

A ciência mostra que eliminar (ou pelo menos reduzir) o consumo de alimentos de origem animal pode trazer benefícios à saúde.

Um estudo da Universidade de Oxford, na Inglaterra, descobriu que quem não come carne tem menor risco de desenvolver certos tipos de câncer.

Por conta de todas essas vantagens, a dieta vegetariana tem tido cada vez mais adeptos com o passar dos anos no Brasil e no mundo.

Siga a página Saúde
Seguir
Siga a página Dieta
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!