Nesta sexta-feira (7), os investidores não pareciam muito dispostos a irem às compras, mostrando uma aversão aos riscos no mercado financeiro brasileiro. A Bolsa de Valores de São Paulo (B3) encerrou o dia com queda de 1,30%, marcando 102.775,55 pontos.

A sessão foi marcada por tensões entre EUA-China, juntamente com o impasse na aprovação do pacote trilionário dos estímulos fiscais americanos, culminando numa pressão dos ativos, em especial no dólar que encerrou com uma alta de 1,33%, o equivalente a R$ 5,4143.

Donald Trump, presidente dos Estados Unidos, deixou os investidores atentos a sua investida contra os aplicativos TikTok e WeChat, ao solicitar a interrupção das transações para com as empresas donas das plataformas.

O mercado não tem se preocupado apenas com o impasse entre EUA-China, mas também com a demora da execução do pacote de ajuda de US$ 1 trilhão, justamente após as negociações com os democratas culminar em fracasso. Mas o Governo tem reconsiderado e visa liberar tais medidas de incentivo via decreto.

Maia engaveta proposta de juros sobre cartão e cheque especial

Algumas das principais ações do setor brasileiro sofreram queda, em especial, no Ibovespa. Mas além do Ibovespa, o Bradesco caiu 0,59%, o Banco do Brasil sofreu queda de 0,70%, o Santander recuou 1,26% e o Itaú cedeu 2,11%.

Um dos motivos que impediu maior queda foi a indicação de que Rodrigo Maia, presidente da Câmara, iria engavetar a proposta que visa limitar em 30% os juros do cartão de crédito e do cheque especial.

Porém, o fato de o Senado ter aprovado na quinta-feira (6), o projeto tem pesado no tocante à questão do mercado financeiro brasileiro.

Inflação sofre a maior alta desde 2016

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou dados que mostram que a inflação teve uma alta de 0,36% em julho, sendo portanto a maior para o mês desde o ano de 2016.

Segundo o IBGE, produtos como a carne, conta de luz e gasolina ajudaram a puxar o índice para cima. Esses dados, tais como os descriminados a seguir, ficaram em segundo plano devido à queda na B3. Atrelado a esse fato do dia estão os dados divulgados pelo Instituto, que detectou que o número total de brasileiros afastados do trabalho caiu 7 milhões na semana anterior e 6,2 milhões nesta semana.

Esses dados mostram que a volta ao trabalho ou a aceitação da recusa ao isolamento social devido à pandemia da Covid-19 tem provocado gradativamente uma reabertura das atividades dos trabalhadores, tanto formais como informais.

Numa avaliação geral mostra que a semana fechou com uma queda no mercado de ações do Brasil em 0,13%, cedendo agora no ano 11,13%. As ações da Vale encerram com queda de 2,23%; a Petrobrás fechou com a ON cedendo 2,18% e PN 1,85%.

Siga a página Coronavirus
Seguir
Siga a página Governo
Seguir
Siga a página Negócios
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!