Após a covid-19 fazer milhares de vitimas no mundo, pesquisadores estão tentando achar uma forma de coibir o avanço da doença. Alguns cientistas chineses isolaram anticorpos para impedir a capacidade de um novo coronavírus de entrar nas células, que pode ser usado para prevenir ou até mesmo curar as pessoas que tiveram o contágio com o vírus.

Zhang Linqi, da Universidade de Tsinghua, disse que o remédio elaborado por eles é mais eficaz e menos agressivo do que os tratamentos usados atualmente no mundo. Ainda não se há data para que o medicamento seja compartilhado em toda parte do mundo. Além dos chineses, pesquisadores brasileiros estão desenvolvendo formas para tentar curar as pessoas vítimas da covid-19, mas até o momento, nenhuma solução foi apresentada.

Mundo

Com o avanço da covid-19 no mundo, muitos países estão decretando situação crítica mediante as mortes diárias causadas pelo vírus. Os Estados Unidos, país que até então tinha controle sobre a situação, registra números impressionantes sobre o número de vítimas fatais. Nas últimas 24 horas, foram contabilizados cerca de 1.169 mortos. Até o presente momento, o país lidera o ranking mundial de mortes diárias.

A Itália, país onde estava se destacando em meio a pandemia, registrou 760 mortes nas últimas 24 horas. O governo italiano adotou medidas extremas para coibir o avanço da covid-19 no país. De acordo com algumas informações, existe um toque de recolher imposto pelo próprio governo. As pessoas que descumprirem as medidas e ficarem nas ruas ou em outros lugares públicos, poderão ser penalizados com multas ou até mesmo com prisões.

Essa é uma das formas que o governo italiano está tomando para evitar novas mortes.

No momento, foram registradas no Brasil 299 mortes. Recentemente, o presidente Bolsonaro chegou a afirmar que o coronavírus não passa de um ''resfriadinho'' e ''gripezinha''. O presidente chegou a fazer, junto com o seus assessores, companhas para que as atividades profissionais no país fossem retomadas.

Em um dos slogans dizia: 'O Brasil não pode parar'. O material de campanha não foi divulgado após ser barrado pela Justiça do Rio de Janeiro. Quando Bolsonaro realiza pronunciamentos em canais abertos, muitas pessoas mostram seu ato de repúdio com panelaços.

Siga a página Coronavirus
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!