Durante avanço da covid-19, uma Mulher de 35 anos foi deixada na rua na Bolívia. De acordo com informações do jornal El Deber, a mulher, que não teve a identidade revelada, estava em uma calçada, no lado de fora do portão, com suspeita da doença.

Após apresentar possíveis sintomas do vírus, ela foi colocada em frente à sua residência para que as demais pessoas que residem na sua casa não fossem contaminadas com a covid-19. Um médico que mora na região onde o caso foi registrado prestou os primeiros atendimentos médicos a mulher.

O profissional da Saúde informou que a mulher possuía dificuldades para respirar e apresentava leve febre.

Ela acabou sendo encaminhada a um hospital na região, onde os profissionais da área da saúde fizeram testes para saber o grau da gravidade da doença.

Durante os exames, foi constatado que a mulher não estava com a covid-19, e sim com amigdalite, que é uma doença não contagiosa que gera Inflamação dos dois blocos ovais de tecido na parte traseira da garganta. Ela acabou recebendo alta da unidade hospitalar e está em casa.

"Uma ação criminal contra a família não é descartada por tê-la retirado dessa maneira e por não ter fornecido a ajuda necessária. O fato de ter recursos limitados não justifica a atitude de levá-la para a rua", informou chefe médico a despeito da caso.

Após a mulher ser colocada na calçada, algumas pessoas que passaram no local registraram o caso e divulgaram nas redes sociais.

Em poucas horas, a foto repercutiu nas redes sociais.

Internautas informaram que a atitude tomada pelos familiares era desumana, tendo em vista que a mulher estava sozinha na calçada sem nenhum auxílio médico.

Bolívia e covid-19

Assim como os demais países, a Bolívia também está sendo afetada com a proliferação da covid-19.

O país já registra 28 mortes e 354 casos confirmados da doença.

Os Estados Unidos são o país mais afetado com a proliferação do coronavírus, apresentando 25.949 mortes e pouco mais de 612.380 casos confirmados.

Siga a página Coronavirus
Seguir
Siga a página Saúde
Seguir
Siga a página Mulher
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!