Anúncio
Anúncio

O governador do Ceará pelo Partido dos Trabalhadores (PT), Camilo Santana, concedeu uma entrevista exclusiva ao portal UOL e falou sobre os problemas vividos nos últimos dias pelo Ceará. Além disso, Santana aproveitou para enaltecer a ajuda do ministro da Justiça e da Segurança Pública, Sergio Moro [VIDEO], que tem atendido os seus pedidos e enviado homens da Força Nacional para combater os crimes no estado.

Desde de quarta-feira (02), o Ceará vive momento de grande caos com represália após o Governo estadual anunciar que não vai mais dividir os presos por facções nas cadeias cearenses.

Ao todo já foram presos 168 supostos criminosos que causaram caos no estado com vandalismos e mortes.

Camilo Santana acionou o governo federal [VIDEO]e pediu ajuda para combater os crimes.

Advertisement

Após autorização de Moro, 500 integrantes da Força Nacional já foram enviados e estão na ativa ajudando a levar a paz para os moradores e turistas. De acordo com o governador petista, Moro agiu dentro do prazo e atendeu corretamente os pedidos de ajuda feito pelo governo estadual.

Segundo Santana, ele está em contato direto com Moro e tem agradecido o empenho do ex-magistrado. Além de Moro, o governador citou também citou o general Fernando Azevedo, ministro da Defesa, que tem atuado para ajudar nos casos.

Santana comentou que o ministro da Justiça também foi eficaz ao atender os pedidos para proporcionar vagas nas penitenciárias federais de segurança máxima, onde líderes de facções seriam transferidos.

Crime organizado

O governador comentou que a sociedade não pode ser vítima desses criminosos e, por isso, eles serão combatidos com rigor.

Advertisement

Atualmente, três facções criminosas atuam no Ceará: o PCC, o CV e GDE.

Santana falou que tem tomado várias medidas de segurança para enfrentar o problema. Segundo dados divulgados por ele, foram contratados mais de dez mil profissionais de segurança, e dobrado a quantidade de agentes penitenciários.

Combate ao crime

Juntamente com as tropas federais, as forças de segurança do Ceará continuam firmes para acabar com as ondas de crimes. Segundo o governador, não haverá recuo do estado. Todas as ações realizadas agora proporcionarão menos violência a médio e longo prazo.

Santana confirmou a confiança no seu secretário Mauro Albuquerque e disse que ele tem aval para agir da melhor maneira contra os criminosos. Santana afirmou que Albuquerque é um dos maiores especialistas de segurança do país.