Após a retomada da recuperação do presidente da República, Jair Messias Bolsonaro, que foi transferido para um apartamento do Hospital Israelita Albert Einstein, em São Paulo, um episódio chamou a atenção e repercutiu muito na imprensa.

Recentemente, o mandatário brasileiro se recuperou de um quadro de pneumonia, que já foi debelada, de acordo com os últimos boletins da equipe médica que cuida do presidente em hospital de ponta da capital paulista.

Publicidade
Publicidade

Telefonema de Bolsonaro a Mourão

Na primeira conversa entre presidente e vice, após se recuperar em seu leito de hospital, Bolsonaro fez uma brincadeira com o vice e general da reserva, Hamilton Mourão. Num tom de brincadeira, Bolsonaro indagou ao vice-presidente Mourão: "você quer me matar?".

Entretanto, sem compreender o que havia acontecido, Mourão indagou ele a respeito do motivo do questionamento.

Publicidade

O presidente Bolsonaro, então, prosseguiu: "eu neste local e você no churrasco?", se referiu o mandatário do país, entre risos. Naquele momento, Mourão havia compreendido que Bolsonaro se referia à mensagem eletrônica enviada pelo general que havia lhe informado que participaria de um churrasco com sua turma da academia militar, no Rio de Janeiro. A conversa entre os dois foi relatada pelo vice-presidente, nesta segunda-feira (11) e a informação foi repassada pelo jornal O Globo.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Jair Bolsonaro

O general Mourão contou ainda que a chamada de telefone foi feita por Bolsonaro cerca de trinta segundos após ter recebido a mensagem eletrônica de Mourão. No entanto, vale ressaltar que ultimamente alguns aliados do presidente Jair Bolsonaro têm criticado o vice mandatário brasileiro, que teriam visto Mourão como um "contraponto" ao presidente da República.

Os próprios filhos de Bolsonaro já chegaram a criticar a postura do general Mourão publicamente.

Um dos exemplos que teriam denotado um suposto desgaste na relação entre Bolsonaro e Mourão se tratara de uma reunião realizada entre o vice-presidente e dirigentes da CUT (Central Única dos Trabalhadores). Vale lembrar que a entidade sindical é ligada ao Partido dos Trabalhadores (PT).

Outro fator que teria gerado um suposto desgaste entre presidente e vice trata-se da defesa feita por Mourão, em relação à presença do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, para que pudesse participar do velório de um de seus irmãos, conhecido como "Vavá".

Publicidade

Aliados do entorno do presidente Jair Bolsonaro defendem, que após o mandatário receber alta médica, se reúna com o vice Mourão, em Brasília, com o objetivo de arrefecer os ânimos e desfazer a impressão de ambos estariam enfrentando uma relação de crise.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo