O presidente da República, Jair Messias Bolsonaro, sensibilizou-se com a morte do jornalista Ricardo Boechat, do Grupo Bandeirantes. Vale ressaltar que o renomado jornalista e âncora da Rede Bandeirantes de Televisão faleceu em um trágico acidente aéreo. O helicóptero que transportava o jornalista e o piloto caiu em um trecho do Rodoanel, em São Paulo, no sentido da Rodovia Castelo Branco, nesta segunda-feira (11). Ricardo Boechat tinha 66 anos de idade.

Presidente Bolsonaro se pronuncia nas redes sociais

A morte de Ricardo Boechat repercutiu intensamente no país.

Publicidade

Diretamente de seu leito no Hospital Israelita Albert Einstein, em São Paulo, o presidente Jair Bolsonaro se expressou por meio de sua conta oficial no Twitter. O mandatário brasileiro se solidarizou com a família do âncora da TV Bandeirantes.

Jair Bolsonaro lamentou profundamente a morte do apresentador do principal telejornal da Band, ao escrever que seria com pesar que recebia a notícia relacionada ao falecimento do jornalista. O presidente se referiu ainda, em relação ao apresentador, como um profissional e colega a quem teve muito respeito, além de se solidarizar com a família do piloto do helicóptero.

Bolsonaro concluiu ao pedir que "Deus console a todos", conforme escrito em seu perfil de rede social.

Entretanto, posteriormente, a Presidência da República divulgou uma nota assinada por Jair Bolsonaro, em que ele ressalta que "o país perde um dos principais profissionais da imprensa brasileira".

Publicidade

O mandatário do país conclui seu pensamento, de acordo com a nota emitida pelo Palácio do Planalto, de que a sociedade, como um todo, irá sentir a falta de um destacado trabalho do jornalista voltado para a população, já que segundo a nota, o jornalista Boechat teria exercido suas atividades por um conjunto de mais de quatro décadas, sempre com dedicação e zelo.

João Doria

Além da manifestação do presidente Jair Bolsonaro nas redes sociais, o governador do Estado de São Paulo, João Doria, também se pronunciou a respeito da morte do apresentador da Band.

Doria se expressou em seu perfil em rede social, lamentando a morte de Boechat. O governador escreveu que "com o falecimento de Ricardo Boechat, o Brasil perde um dos maiores jornalistas de sua história".

Os presidentes da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, e do Senado da República, Davi Alcolumbre, também se pronunciaram ao destacar toda a importância de Boechat para o jornalismo do Brasil. O jornalista, além de estar trabalhando para o Grupo Bandeirantes, também já havia passado por diversos outros meios de comunicação do país, como os jornais O Globo, O Dia, Jornal do Brasil, O Estado de S. Paulo e pela Rede Globo de Televisão.

Publicidade