Anúncio
Anúncio

O presidente Jair Bolsonaro conversou com internautas através da sua conta pessoal do Twitter, neste último domingo, 10 de fevereiro. Ainda hospitalizado, o político cobrou resolução do atentado a facada que sofreu no ano passado. Segundo informações do portal "Estadão", Bolsonaro quer que a Polícia Federal acelere as investigações e classificou o caso como um "ato terrorista".

Na gravação, o presidente enfatiza o anseio por uma atitude conclusiva da PF nas próximas semanas. O presidente ressaltou que chegou o momento da Polícia identificar quem seria ou seriam os mandatários do crime, "responsáveis por determinar" que Adélio Bispo agisse contra o então candidato durante campanha eleitoral.

Anúncio

Em suas falas, Bolsonaro ressaltou que espera que os responsáveis pela tentativa de homicídio não fiquem impunes e paguem pelo que fizeram. Contudo, disse que a PF deve indicar de maneira concreta todos os envolvidos. Jair Bolsonaro foi vítima de um ataque realizado por Adelio Bispo, ele foi ferido na região abdominal durante passeata em Juiz de Fora, Minas Gerais. O político passou por cirurgias e ainda se recupera da grave lesão.

No momento, o presidente se encontra internado no Hospital Albert Einstein, onde realizou cirurgia para retirada da bolsa de colostomia. No vídeo, Bolsonaro disse que são poucas pessoas que têm a oportunidade de receber um tratamento como ele está recebendo. Entretanto, citou que o Sistema Único de Saúde (SUS) poderá ter grandes melhorias e que o governo tem total consciência disso. Veja, na íntegra, o pronunciamento do presidente ainda no hospital.

Anúncio

Bolsonaro apresenta melhora no quadro de saúde

Na última semana, Bolsonaro foi diagnosticado com pneumonia após realização de exame de tomografia. Contudo, neste domingo novo boletim médico indica que o presidente continua com tratamento à base de antibióticos e inicia redução gradativa da dieta parenteal. Até a última quinta-feira, Bolsonaro se alimentava apenas de líquidos. Na sexta, sua dieta passou a ser pastosa.

O boletim médico cita que Bolsonaro continua com dieta restrita, porém no domingo evoluiu para alimentação cremosa. Ele também utiliza suplemento nutricional. O presidente mantém-se realizando exercícios respiratórios, caminhadas e exercícios de fortalecimento muscular.

Anúncio

Em estado de evolução, o presidente retirou a sonda nasogástrica e também o dreno que estava em seu abdômen e comemora sua recuperação gradativa.