O presidente Jair Bolsonaro continua internado no Hospital Israelita Albert Einstein, que fica na Zona Sul de São Paulo. Ele ainda está com a sonda nasogástrica, mas de acordo com o novo boletim médico, que foi divulgado neste último domingo (3), apresenta evolução clínica estável. Os médicos informaram ainda que Bolsonaro segue sem dor e sem sinais de infecção.

Jair Messias Bolsonaro está no sexto dia de pós-cirurgia a qual ele teve que ser submetido para a retirada da bolsa de colostomia que usava desde o atentado contra sua vida no ano passado e para a religação de seu intestino delgado e parte do intestino grosso.

Publicidade
Publicidade

A cirurgia foi realizada no dia 28 de janeiro e o presidente apresentou uma recaída com quadros de náuseas e vômitos sendo necessária a introdução da sonda nasogástrica para a retirada do excesso de líquidos acumulados no estômago e para nutrição parenteral.

Os médicos informaram através do boletim médico, que Jair Bolsonaro fez uma tomografia do abdômen, esse exame foi realizado para que os médicos descartassem qualquer complicação cirúrgica. O presidente segue em jejum oral e nutrição parenteral exclusiva, além de estar fazendo fisioterapia respiratória e motora, procedimento necessário para prevenir uma complicação como, por exemplo, uma trombose venosa.

O filho do presidente, Carlos Bolsonaro, fez uma postagem em sua rede social dizendo que o pai havia acordado mais animado e agradeceu aos médicos, enfermeiros e fisioterapeutas que estão cuidando de sua saúde, disse também que no domingo de manhã chegaram somente notícia boas a respeito de seu pai e deixou um abraço agradecendo o carinho e as orações de todos.

Previsão de alta para o presidente

De acordo com a assessoria de imprensa da presidência da república, a previsão de alta do presidente é para quarta-feira (6) ou quinta-feira (7) dessa semana dependendo da evolução do presidente.

Publicidade

Na última sexta-feira (1), Jair Bolsonaro recebeu a visita de uma dupla de cantores. O presidente divulgou o vídeo onde aparece emocionado ao ouvir a música "Evidências" cantada exclusivamente para ele.

O porta-voz, Otávio do Rêgo Barros, afirmou que está sendo difícil manter o presidente sob as recomendações médicas de não falar e de se manter em repouso. “O presidente é difícil, ele está falando já. A despeito do médico dizer para ele ficar calado, ele já está falando.” falou Barros durante coletiva.

Leia tudo